“O fim de ano não é um fim nem um começo, mas um recomeço, com toda a sabedoria que a experiência pode nos incutir.”
Lembre-se que a vida é um sopro, portanto deve ser vivida intensamente, com paz, harmonia e liberdade. Sigamos a máxima de Alan Kay, quando diz que “a melhor maneira de prever o futuro é moldá-lo você mesmo”, atitude que colocou o brasileiro como exemplo no mundo.
Que 2023 nos mantenha destemidos, certos de que com a ajuda de Deus, poderemos enfrentar qualquer obstáculo.
Tim-tim!

Via Pinterest

Este especial conta uma linda seleção de mesas para sua ceia da Virada.
Vamos lá, anime-se, apesar da grande dificuldade, ainda temos muito a agradecer.
Dia 2 de janeiro estarei de volta, “as always“.
Até lá!
Inspire-se!
último almoço do ano
É comum receber hóspedes no fim de ano, amigos, filhos que moram longe, pais, enfim, pessoas queridas que fazemos questão de termos junto de nós no encerramento de mais um ano.
Um almoço com capricho, de preferência sob a sombra de uma árvore ou na varanda, é a minha dica de hoje.
Inspire-se nessa mesa linda e descontraída, em verde, amarelo e branco, arrumada com capricho para servir o último almoço do ano.

Via Pinterest

mais mesas verde e amarelo
Outras mesas com limão siciliano e girassóis como tema, para servir pratos leves e refrescantes no último dia do ano.


Via Pinterest

ceia clássica
Os adeptos do estilo clássico, tanto na moda como na decoração, sabem que é eterno, por isso não abrem mão, principalmente em ocasiões especiais como a noite de 31 de dezembro.
Porcelanas e até mesmo cerâmicas, cristais, dourados, prateados e brilhos fazem parte da mesa clássica.
Confira.
Via Pinterest

jantar casual
Seja na sala de refeições ou ao ar livre, uma ceia casual e descontraída, com cerâmica branca, taças e copos de vidro ou cristal, é a escolha da maioria, sem excessos, mas com capricho.

Via Pinterest

verde, azul e branco
E por falar em descontração, essa mesa “diz a que veio”, não diz?
Veja bem, esta é uma combinação irresistível, perfeita para o verão.
E não, não tem obrigatoriamente que seguir as cores do ano, nem que a decoração da mesa seja branca. O importante é que a arrume com capricho, como essa delícia no jardim, para fim de tarde e de ano perfeitos.
Via Pinterest

inspirações classudas
Para os sofisticados de plantão, a californiana Casa de Perrin oferece inspirações de “encher os olhos”.



Via Casa de Perrin e Pinterest

rosa
Rosa, a cor que representa o amor,  é uma das cores escolhidas para a virada de 2022.
Suave e romântica, a mesa rosa traz a delicadeza na medida certa.

Via Pinterest

2 mesas campestres
Sua virada será em família, não faz questão de grandes produções, quer bom gosto, claro, mas com simplicidade e graça.
Essa mesa que tem por base o xadrez verde e branco, tem um toque campestre e acolhedor e pode perfeitamente servir de inspiração para seu jantar de fim de ano.

Via French Country Cottage

outra mesa verde
Outra mesa campestre muito charmosa é essa, que já postei por aqui, com toalha xadrez e copos, taças e pratos estampados nesse lindo tom de verde.
Note que embora não contem com brilhos, mesas como essa não deixam nada a desejar em beleza às mesas mais clássicas.

Via Domino


um show de estampas
Para os espíritos que contagiam com alegria onde quer que estejam, mesas brancas, neutras e monocromáticas, não serão a escolha, especialmente se a mesa em questão for a “da virada”.
Pratos estampados sobre toalhas e guardanapos também estampados farão essa tribo vibrar.
Confira essas festas para os olhos, e se resolver seguir esta linha, teste a composição com antecedência para que haja harmonia. Se isso não acontecer, deixe a toalha estampada e o prato liso, mas ouse nas flores.
Via Pinterest


flûtes

Eu sei que a taça do momento é o modelo tulipa, mas sou fã da coupe, que dizem ter sido moldada no seio de Maria Antonieta, e durante muitos anos chegou a ser sinônimo de taça de espumante. Hoje é completamente descartada, e conforme um informativo do Comitê Champagne, “ela deve ser proibida”. Não concordo, acho linda e charmosa.
Mas minha escolha definitiva é o modelo flûte, que surgiu em meados do século 18 e eram recipientes mais alongados com hastes compridas, bem similares às taças flûte de hoje.
Qual é a sua escolha?


Via Pinterest

azul e branco
Muita gente escolhe azul para usar no réveillon. Não é à toa que o azul é uma das cores preferidas universalmente, pois está associada a sentimentos de paz e calmaria, que é tudo o que buscamos ultimamente.
E claro, esta dupla é a minha favorita.

Via Pinterest


rosbife com molho de vinho e champignons
chef Cristina Haaland



Ingredientes para 8 pessoas:
-1 rosbife de 800g (eu usei babybeef miolo alcatra)
-300g champignon de Paris, cada um cortado em 4 partes
-500ml vinho tinto Cabernet Sauvignon
-500ml vinho branco Sauvignon Blanc
-700ml água
-2 talos salsão picados
-1 cenoura picada
-3 dentes de alho picados
-1/2 cebola picada
-1 folha louro
-3 ramos de tomilho fresco (molho) + 6 ramos debulhado p finalizar
-1 ramo de alecrim
-sal e pimenta do reino a gosto
-2 colheres de sopa de açúcar mascavo
-1 colher de sopa de extrato de tomate
-2 colheres de sopa do tempero do Chef (demi glace ou roti de carne

Modo de preparo:
1-A carne deve estar na redinha ou ser amarrada com barbante para manter o formato de rosbife
2-Secar bem a carne com papel xuga. Fritá-la em uma panela bem quente com azeite por 5 minutos mexendo sempre para dourar por igual. Colocar sal e pimenta do reino.
3-Retirar a carne da panela, adicionar mais azeite e fritar os legumes cebola, alho, salsão, cenoura por 3 minutos. Adicionar os dois tipos de vinho, voltar a carne para a panela e cobrir com a água.
4-Adicionar o açúcar mascavo, extrato de tomate e as ervas.
5-Quando alcançar fervura, deixar a carne no molho fervente por 12 minutos (se a carne não estiver totalmente coberta pelo molho, ir girando ela para cozinhar por igual) e retirar a carne da panela. 
6-Abaixar o fogo e deixar o molho 40 minutos fervendo em fogo baixo. 
7-Depois desse tempo, coar e voltar para a panela. Adicionar 2 colheres de sopa de tempero do Chef e mexer para dissolver. 8-Reservar.
9-Colocar azeite em uma frigideira bem quente e fritar sem parar de mexer os cogumelos de pouco em pouco até ficarem todos dourados. Reservar.
10-Aquecer o molho, engrossar com uma colher de chá de maisena dissolvida no vinho branco. Se necessário coar de novo. Checar o sal e pimenta do reino.
11-Retirar a redinha ou o barbante da carne, fatiar, colocar todas fatias no prato de servir, cobrir com o molho, colocar os champignons ao lado da carne e salpicar de tomilho fresco.

©