<span class=”hidden”>–</span>Reprodução/Dezeen

O governo da Arábia Saudita revelou imagens de uma cidade linear de 500 metros de altura chamada The Line, que será construída perto do Mar Vermelho como parte de Neom — zona econômica transnacional planejada de 26.500 quilômetros quadrados a ser construída na região fronteiriça entre a Arábia Saudita, a Jordânia e o Egito.

<span class=”hidden”>–</span>Reprodução/Dezeen

Definida para se estender por 170 quilômetros no noroeste da Arábia Saudita, a megaestrutura, que terá fachadas espelhadas, terá 500 metros de altura, mas apenas 200 metros de largura.

Uma proposta de alternativa

<span class=”hidden”>–</span>Reprodução/Dezeen

The Line foi projetada como uma alternativa dramática às cidades tradicionais que normalmente irradiam de um ponto central.

Segundo o site Dezeen, apesar de não ter sido anunciado oficialmente, supõe-se que a megaestrutura foi projetada pelo estúdio norte-americano Morphosis.

“No lançamento do The Line no ano passado, nos comprometemos com uma revolução civilizacional que colocaria os humanos em primeiro lugar com base em uma mudança radical no planejamento urbano”, disse o príncipe herdeiro da Arábia Saudita, Mohammed bin Salman.

“Os projetos revelados hoje para as comunidades em camadas verticais da cidade desafiarão as tradicionais cidades planas e horizontais e criarão um modelo para preservação da natureza e maior habitabilidade humana”, continuou ele.

“The Line enfrentará os desafios que a humanidade enfrenta hoje na vida urbana e lançará uma luz sobre formas alternativas de viver”.

Estruturas monumentais

<span class=”hidden”>–</span>Reprodução/Dezeen

A estrutura consistirá em duas construções semelhantes a paredes que delimitarão uma área aberta entre elas.

Com 500 metros de altura, o par de prédios se tornará o 12º edifício mais alto do mundo, além de ser de longe o mais longo.

Continua após a publicidade

A estrutura, que foi projetada para abrigar nove milhões de moradores quando estiver pronta, terá áreas residenciais, comerciais e de lazer, além de escolas e parques.

<span class=”hidden”>–</span>Reprodução/Dezeen

As diferentes funções serão empilhadas em um arranjo descrito pelos criadores da cidade como Urbanismo Gravidade Zero.

Os visuais mostram parques colocados entre os dois blocos lineares, que serão conectados por várias pontes e cobertos com mais espaços verdes.

Será inteiramente revestido em fachadas espelhadas para dar à cidade uma aparência única.

“The Line terá uma fachada espelhada externa que conferirá um caráter único e permitirá que se misture com a natureza, enquanto o interior será construído para criar experiências extraordinárias e momentos mágicos”, disse o governo da Arábia Saudita.

Um sistema de transporte ao longo da megaestrutura seria projetado para conectar ambas as extremidades da cidade em 20 minutos.

Em busca de uma cidade sustentável

<span class=”hidden”>–</span>Reprodução/Dezeen

De acordo com o governo da Arábia Saudita, a estrutura será totalmente alimentada por energia renovável e foi projetada como uma alternativa sustentável às cidades tradicionais.

“Não podemos ignorar as crises de habitabilidade e ambientais que as cidades do nosso mundo enfrentam, e a Neom está na vanguarda do fornecimento de soluções novas e imaginativas para resolver esses problemas”, disse Bin Salman. “Neom está liderando uma equipe das mentes mais brilhantes em arquitetura, engenharia e construção para tornar realidade a ideia de construir para cima.”

<span class=”hidden”>–</span>Reprodução/Dezeen

“Neom será um lugar para todas as pessoas de todo o mundo deixarem sua marca de maneiras criativas e inovadoras”, continuou ele.

O projeto, que foi revelada pela primeira vez no ano passado, faz parte da iniciativa Neom no noroeste da Arábia Saudita. A Neom faz parte da iniciativa Vision 2030 da Arábia Saudita para diversificar sua economia e se tornar menos dependente do petróleo.

*Via Dezeen

Continua após a publicidade

©