<span class=”hidden”>–</span>Divulgação/Casa.com.br

Em casas e apartamentos com metragens compactas, onde a versatilidade e o aproveitamento de espaços são pontos primordiais, apostar em móveis multifuncionais pode ser a saída para quem busca otimizar as áreas e renovar o décor. A arquiteta Carina Dal Fabbro, à frente do escritório que leva seu nome, explica que as peças podem ser empregadas em diferentes funções e são grandes colaboradoras na construção de uma decoração prática e versátil.

“Da mesma maneira, móveis escolhidos para serem multifuncionais também permitem diferentes possibilidades de posicionamento, organização e design”, explica.  Para inspirar, a arquiteta preparou uma seleção especial com seis soluções criativas que agregam funções.

1. Cantinho do café como parte da marcenaria

 

<span class=”hidden”>–</span>Rafael Renzo/Casa.com.br

Compacta e funcional, a cozinha é considerada o coração deste projeto. Os armários, feitos de laca e sob medida, agregam modernidade e evocam uma combinação diferente: enquanto a parte inferior é verde menta, os armários superiores são mais clássicos, revelando a sobriedade do cinza fendi. Deixando a composição ainda mais interessante, a arquiteta pontuou alguns detalhes em MDF madeirado que se tornaram grandes destaques do espaço.

<span class=”hidden”>–</span>Rafael Renzo/Casa.com.br

“Quando temos uma planta menor, como a deste apartamento, não é necessariamente um sinônimo de que devemos executar apenas o que se é tido como essencial, deixando de lado o carinho de alguns cantinhos tão especiais”, conta Carina. Pensando nisso, a arquiteta utilizou a marcenaria planejada da cozinha a seu favor e utilizou o nicho como o ponto escolhido para a cafeteira e a fruteira.

2. Home office em dose dupla

 

<span class=”hidden”>–</span>Buzina da Imagem/Casa.com.br

Além de direcionar mais de um propósito no décor, outro conceito fundamento da multifuncionalidade é se adaptar facilmente às necessidades de cada casa. Neste projeto, o casal de moradores precisava de cantinhos separados para trabalhar com privacidade, demanda que surgiu junto com a pandemia e permaneceu. Para isso, a arquiteta montou áreas independentes de trabalho, uma no dormitório e outra na varanda, seguindo a premissa de ter apenas os itens essenciais nos espaços.

<span class=”hidden”>–</span>Buzina da Imagem/Casa.com.br

3. Organizando o dormitório

 

<span class=”hidden”>–</span>Rafael Renzo/Casa.com.br

Aproveitar cada cantinho faz toda a diferença em projetos residenciais. Pensando nisso, Carina optou por não deixar as laterais dos guarda-roupas vazias. De um lado, a arquiteta instalou pequenos cabides na lateral do closet, conseguindo deixar todos os colares sempre a vista e livres do perigo de acabarem todos enroscados e danificados dentro de uma gaveta.

<span class=”hidden”>–</span>Rafael Renzo/Casa.com.br

Do outro lado, a profissional contou com a vantagem dos móveis produzidos sob medida e personalizou cada detalhe da penteadeira que foi feita utilizando o guarda-roupas de apoio. Com duas arandelas, que oferecem a iluminação ideal para os momentos de maquiagem e skincare, a arquiteta também protegeu a bancada com vidro para torná-la mais resistente às manchas e ainda inseriu uma pequena prateleira, na parte superior, que acolhe algumas imagens de grande valor afetivo.

Continua após a publicidade

<span class=”hidden”>–</span>Rafael Renzo/Casa.com.br

4. Ar-condicionado camuflado

Para este apartamento flat de apenas 58 m², a otimização dos ambientes e a criação de espaços de armazenamento eram fundamentais para o bom resultado do projeto. Por isso, o estar, que também funciona como sala de TV, foi contemplado por um rack de madeira com portas ripadas que não comporta apenas os itens pertinentes à função principal, mas também atua como buffet para armazenar as louças especiais da moradora.

<span class=”hidden”>–</span>Rafael Renzo/Casa.com.br

Na prateleira superior a TV, a porta de madeira ripada em laca foi o recurso para camuflar o ar-condicionado. “Essas pequenas soluções pontuais combinam a alta funcionalidade dos móveis, sem abrir mão da beleza e suavidade do ambiente”, pontua a arquiteta.

5. Mesa lateral versátil

 

<span class=”hidden”>–</span>Rafael Renzo/Casa.com.br

Outro móvel altamente versátil e útil no dia a dia são as mesas de cabeceira. Neste projeto, Carina apostou em uma dupla de mesas que, a priori, fariam parte do décor de uma sala de estar como mesinha de apoio. A peça maior acomoda o abajur e uma vela – escolhas que ajudam a construir um clima ainda mais relaxante no dormitório. Já a peça mais baixa, além de acomodar os objetos de decoração, guarda as mantinhas complementares para os dias mais frios, otimizando o espaço e oferecendo um visual charmoso ao espaço.

<span class=”hidden”>–</span>Dan Brunini/Casa.com.br

Como maior prova de versatilidade do móvel, a arquiteta apresenta uma outra proposta onde a mesa foi utilizada como mesa de centro na sala de estar. Servindo de apoio para livros e pequenas decorações, a mesa pode ser reposicionada com facilidade de acordo com a necessidade dos moradores.

6. Buffets

 

<span class=”hidden”>–</span>Luis Gomes/Casa.com.br

Trazendo múltiplas opções de decoração e funcionalidade, os buffets surgiram inicialmente nas salas de jantar como uma extensão da mesa. Muito presente nas casas inglesas e francesas do século XVIII, as peças cumprem a função de organizar os talheres e louças, além de servir de apoio para comes e bebes durante as refeições. Com sua ampla superfície, o móvel consegue ser ainda mais versátil e servir de apoio para cantinhos de café ou até mesmo para o home bar.

<span class=”hidden”>–</span>Luis Gomes/Casa.com.br

“O cantinho do bar é sempre um dos mais pedidos pelos clientes e neste projeto não foi diferente. Dividindo espaço com o lounge, projetamos junto a marcenaria um buffet que atendesse perfeitamente a demanda dos nossos clientes”, compartilha a arquiteta.

<span class=”hidden”>–</span>Luis Gomes/Casa.com.br

Em uma das portas do móvel são guardados louças e copos, enquanto do outro lado há uma gaveta em trilhos de correr que armazenam as garrafas com perfeição e deixam todas sempre a vista, diferente do que aconteceria com armários. O buffet conta com tudo o que os clientes precisavam sem comprometer um grande espaço do apartamento!

Continua após a publicidade

©