Nesse lavabo, Giselle e Patricia acompanharam a paleta de cores presente na sala, trabalhando em unidade. Mesmo não sendo seja uma regra a ser seguida, a proposta evidenciou uma atmosfera super originalEduardo Pozella/Casa.com.br

Quem disse que os lavabos precisam ser mais neutros e com uma decoração padrão? Anexado à área social das residências, sua essência pode ser resumida em duas palavras: praticidade e privacidade – facilita o acesso para os convidados e não exige que eles utilizem os banheiros dos moradores. 

Reprodução/Pinterest

Por isso, quando se trata de um dos cartões de visita de uma casa, construir um ambiente harmonioso, personalizado, com a cara dos moradores e de forte presença faz toda a diferença em um projeto. Saia da mesmice e faça escolhas ousadas e marcantes!

Mas como fazer isso? A arquiteta Giselle Macedo e a designer de interiores Patrícia Covolo, do escritório Macedo e Covolo dão algumas dicas sobre o tema. Acompanhe:

Lavabo x banheiro

Lavabo 

Escolhas elegantes marcam o pequeno lavabo projetado pelas profissionais do escritório Macedo e Covolo: paredes revestidas com palha de seda, cuba esculpida em nanoglass e complementada com uma madeira rústica para a bancada, espelhos que ampliam o local e um tapete passadeira por toda sua extensãoEduardo Pozella/Casa.com.br

Este é caracterizado pelo tamanho reduzido e itens limitados. Ele conta com bacia sanitária, cuba/bancada e espelho – e não possuem chuveiro. Sendo assim, são muitas vezes inseridos em lugares classificados como ‘apertados’ – como um vão de escada ou recuo/recorte de ambientes -, mas devem oferecer metragem mínima e confortável para que o usuário aproveite de maneira cômoda.

Quando a planta baixa da residência não contempla o lavabo próximo a uma janela, como o exemplo acima, realizado pelas profissionais do Macedo e Covolo, é primordial que projeto disponha de ventilação forçadaEduardo Pozella/Casa.com.br

Ao contrário do que muitos pensam, por estar conectado com as áreas sociais, o lavabo possibilita um décor mais arrojado, que pode ser expresso por cores mais fortes, uma bancada diferente ou objetos impactantes. 

“A proposta é sempre impressionar. Por se tratar de um ambiente onde as pessoas ficam por menos tempo, um estilo marcante não se torna tão cansativo”, orienta Patricia.

Banheiro 

Susie Lowe/Apartment Therapy

Indo em uma direção contrária, o banheiro demanda uma estrutura completa, incluindo a bacia, bancada com armários e o box do chuveiro. Respeitando a distribuição e as dimensões do projeto, o espaço busca conforto e comodidade para que o morador disponha seus itens de higiene e autocuidado e proporciona bem-estar e relaxamento. 

“Independentemente de ser menor ou mais amplo, o objetivo é deixar o banheiro o mais agradável possível”, define a arquiteta do escritório.

Mas e quando o projeto não dispõe de um lavabo?

Reprodução/Pinterest
Continua após a publicidade

Imóveis pequenos muitas vezes não dispõem de área útil para a construção de um local reservado para as visitas. Por isso, o décor contemporâneo considera a proposta do banheiro social, que mescla um toque de elegância, como a instalação de metais refinados, mas com o objetivo de também atender as necessidades dos moradores.

Como construir um lavabo?

Reprodução/Pinterest

Com a liberdade de evocar diferentes estilos – que podem ou não compor com o décor do restante da casa –, o lavabo pode se tornar o destaque de uma residência. Para a dupla do escritório Macedo e Covolo, o importante é inovar e não esquecer esse ambiente  que tem muito potencial. 

Na hora do planejamento, defina o conceito do local através das escolhas dos revestimentos, acabamentos e layout. Não esqueça de instalar uma ventilação forçada caso não haja janelas. 

Nesse lavabo, a grelha do sistema de ventilação foi encaixado no forro de gessoEduardo Pozella/Casa.com.br

Como as predileções dos moradores e a impressão que desejam passar aos convidados são pontos importantes aqui, conhecer suas preferências e gostos é de extrema importância. Invista em cores, texturas e estampas para revelar sofisticação e uma lembrança memorável.

Por não ser um ambiente úmido, uma vez que não há chuveiro para a formação de vapores d’água, o papel de parede é bem-vindo como revestimento, mas a existência de uma janela ou ventilação forçada é imprescindível – uma vez que este item pode descolar ou deteriorar por falta de renovação de ar.

No lavabo assinado pelo escritório, o pequeno espaço é ocupado por uma bancada de mármore com cuba esculpida, instalada de ponta a ponta, um espelho até o teto e uma bacia sanitáriaEduardo Pozella/Casa.com.br

Com relação às bancadas, caso o ambiente seja desprovido de ventilação, materiais como o Nanoglass são mais indicados por possuir baixa porosidade. As pedras industrializadas, produzidas com cristais de alta pureza, além de serem fáceis para limpar, têm alta resistência contra riscos e manchas.

“Ainda que a ideia seja conceber algo diferente, precisamos respeitar o equilíbrio para não errar na mão. Tanto para não ser muito destoante dos proprietários, como para que o lavabo não se torne um lugar pesado de se estar, mesmo que por pouco tempo”, esclarece Patricia.

Desafios de instalação

Reprodução/Pinterest

A maioria dos lavabos, principalmente de apartamentos, não conta uma ventilação natural realizada por meio de uma janela. Assim, Giselle e Patricia frisam que não é possível considerar a existência do espaço sem a instalação de um exaustor para a renovação do ar. 

“Para tanto, o projeto deve prever a contratação de uma empresa especializada para a instalação de um sistema eficaz para eliminar os maus odores”, esclarece Giselle. 

Sprays e aromatizadores entram como artifícios que auxiliam e trazem um toque agradável, mas nunca serão considerados como substitutos.

Continua após a publicidade

The post Lavabos com personalidade: como decorar  appeared first on CASA.COM.BR.

©