A jardinagem é um hobbie que faz bem à saúde, tanto física quanto emocional. Para além da calma que as plantas trazem, o consumo de alimentos naturais contribui para um organismo são. Para quem busca começar uma horta, a rúcula é uma boa opção, já que é fácil de plantar, ela se adapta a diferentes locais de plantio.

Benefícios para saúde da rúcula

A rúcula traz vários benefícios à saúde devido a presença de vitaminas A e C, bem como compostos fenólicos, com propriedades antioxidantes e anti-inflamatórios. Além disso, ela possui minerais como potássio, cálcio, fósforo e magnésio.

Como cultivar rúcula em casa

horta
<span class=”hidden”>–</span>Markus Spiske/Unsplash/Casa.com.br

Para ajudar você a plantar rúculas em casa sem erros, Amanda Inoue, coordenadora de pesquisa e produção de sementes na ISLA Sementes, separou dicas valiosas sobre o assunto:

Onde plantar rúcula

De acordo com Amanda, a rúcula se adapta a diferentes locais de plantio, seja em casa ou apartamentos. Por ser de pequeno porte e possuir um ciclo curto, ela pode ser cultivada em vasos, canteiros, direto no solo e também em cultivos semi-hidropônicos e hidropônicos.

Não é necessário o seu plantio em grandes espaços, mas é importante que o local escolhido tenha disponibilidade de luminosidade suficiente para seu bom desenvolvimento.

A rúcula pode ser colhida a partir de 30 dias a 60 dias após o plantio, podendo variar de acordo com a cultivar e a época do ano em que estará sendo cultivada.

Continua após a publicidade

Plantio e rega

As sementes podem ser plantadas por meio de semeio direto no local definitivo ou ainda através de mudas produzidas em bandejas (sementeiras).

Em caso de semeio direto, quando as plântulas começarem a emergir, se observar uma densidade muito grande, pode ser feito o raleio, deixando de 10 a 15 cm entre plantas. No caso de produção de mudas em bandejas, podem ser utilizadas em média 6 a 8 sementes por célula.

Após o plantio é importante observar a drenagem do solo, pois solos encharcados podem prejudicar o desenvolvimento da rúcula e até mesmo promover ambiente favorável para o aparecimento de doenças fúngicas.

Portanto, a rega deve ser feita moderadamente todos os dias, observando se o solo está úmido, mas não encharcado. A quantidade de rega irá variar de acordo com a temperatura, incidência solar e época do ano. Quanto à luminosidade, deve-se ter em média 6 horas por dia.

Adubação

Para um desenvolvimento adequado da rúcula é interessante fazer um bom manejo nutricional. A adubação é recomendada de acordo com as características do local de cultivo, tendo em vista as características do solo e necessidades da planta, portanto, o ideal é ter em mãos a análise química do solo e se possível, consultar um acompanhamento profissional para melhor ajustes na recomendação.

Continua após a publicidade

De modo geral, recomenda-se fazer aplicação do nitrogênio em quatro momentos, parte no transplantio e os demais a cada 15 dias. Nos cultivos subsequentes, segundo Manual de Adubação e Calagem, pode-se aplicar ainda 70 kg de P2O5/ha e 120 kg de K2O/ha.

Colheita da rúcula

Após o período de 30 a 60 dias, é a hora de realizar o plantio das rúculas. E para colhê-las é necessário fazer o arranquio da planta toda ou colhendo individualmente as folhas já desenvolvidas. Ela também é um tipo de hortaliça que pode ser colhida em forma de baby leafs, ou seja, colheita jovem, tornando o sabor mais agradável. Não é ideal ser colhida quando ocorre o pendoamento, por ser tornar mais amarga.

Tipos de rúculas

Como plantar rúcula em casa
<p>Rúcula Rokita</p> ISLA SementesReprodução
Como plantar rúcula em casa
<p>Rúcula Donatella</p> ISLA SementesReprodução
Como plantar rúcula em casa
<p>Rúcula Michaella</p> ISLA SementesReprodução
Como plantar rúcula em casa
<p>Rúcula Antonella</p> ISLA SementesReprodução
Como plantar rúcula em casa
<p>Rúcula Gigante</p> ISLA SementesReprodução
Como plantar rúcula em casa
<p>Rúcula Cultivada</p> ISLA SementesReprodução
Como plantar rúcula em casa
<p>Rúcula Silvestre</p> ISLA SementesReprodução

Na ISLA Sementes estão disponíveis sete variedades de rúculas disponíveis no mercado, sendo elas: Antonella, Donatella, Michaella, Folha Larga, Cultivada, Rokita e Silvestre.

  • As Rúcula Antonella e Donatella possuem as folhas maiores e mais arredondadas. 
  • A Michaella, além de possuir as mesmas características da Antonella, possui um porte mais compacto.
  • A Rúcula gigante tem a folha larga é mais suave do que as duas primeiras.
  • A Rúcula cultivada possui folha intermediária, pequena e levemente arredondada, além de ser menos amarga que a Rokita.
  • A Rúcula Rokita possui folhas estreitas, pontiagudas e repicadas e tem sabor mais amargo.
  • A Silvestre, que se diferencia por ter porte reduzido, tem folhas escuras e por ser mais picante.

Produtos para começar seu jardim!

Continua após a publicidade

Publicidade

©