Manter uma cozinha organizada é uma arte! Além de receber panelas, pratos e potes, entre outros itens, os armários são incumbidos de outra atribuição: guardar os mantimentos.

Como organizar utensílios e mantimentos nos armários da cozinha. Projeto de Carina Dal Fabbro. Na foto, cozinha com marcenaria azul.
Nesta cozinha projetada pela arquiteta Rosangela Pena, um escorredor de pratos embutido na bancada facilita a disposição das louças. Os gavetões e armários na ilha central são adequados para o armazenamento de alimentos não perecíveis.Sidney Doll/Casa.com.br

Na busca por soluções inteligentes para a organização eficiente, profissionais de arquitetura exploram maneiras criativas de maximizar o espaço. Confira algumas dicas e soluções técnicas que vão além da estética, proporcionando funcionalidade e praticidade em cada canto do projeto:

Setorização

Como organizar utensílios e mantimentos nos armários da cozinha. Projeto de Rosangela Pena. Na foto, cozinha com marcenaria cinza escura.
Nesta cozinha, a arquiteta Rosangela Pena a marcenaria bem pensada contemplou um nicho dedicado para acomodar os pratos.Sidney Doll/Casa.com.br

Para a arquiteta Rosangela Pena, a otimização dos espaços de armazenamento na cozinha acontece por meio da setorização, tanto para os itens de cozinha, como para a despensa.

“Mesmo que essa área seja pequena, devemos pensar em áreas para latas, vidros e demais tipos de embalagens. Outros critérios que ajudam é separar os tamanhos, tipologias como doces e salgados e a segmentação entre embalagens abertas e fechadas”, orienta.

Continua após a publicidade

Como organizar utensílios e mantimentos nos armários da cozinha. Projeto de Rosangela Pena.
Projeto de Rosangela Pena.Sidney Doll/Casa.com.br

De acordo com ela, os organizadores são essenciais para obter-se uma sistematização prática e inteligente. “Esse processo também resulta em um inventário que facilita o consumo da família e as necessidades de compras”, complementa.

Prateleiras e Organizadores

Como organizar utensílios e mantimentos nos armários da cozinha. Projeto de Carina Dal Fabbro. Na foto,
Nesta bancada, arquiteta Carina Dal Fabbro demonstra que a agilidade para localização e acesso se torna um diferencial na rotina da cozinha. Com os nichos criados na marcenaria, ficam à disposição algumas taças, xícaras e temperos – que além de simplificar as tarefas, os exibem de maneira decorativa.Edu Pozella/Casa.com.br
Continua após a publicidade

Muitas vezes, a busca pelo arranjo perfeito esbarra na dificuldade de acessar os produtos armazenados no fundo dos armários. A arquiteta Rosangela Pena, que trabalha em consultoria com a personal organizer Marisa Mascarenhas, aborda que a incorporação de prateleiras retráteis e gavetas deslizantes cooperam na arrumação dos armários, oferecendo praticidade e eficiência.

Prateleiras

Uma das sugestões é o uso de prateleiras fixas, sub-prateleiras ou retráteis, sendo que, para cada tipo, é preciso atentar-se ao modelo correto de corrediças. Para tanto, a recomendação é sempre contar com um profissional de arquitetura para elaborar o projeto e o acompanhamento de execução e instalação do modelo definido.

Projeto de Djanira Cabral. Na foto, cozinha integrada com armários em estilo provençal.
Projeto de Djanira Cabral.OPE! Fotografia de Arquitetura e Interiores/Casa.com.br

Organizadores

A segunda opção é o emprego de organizadores em acrílico ou aramados como alternativas para prateleiras, facilitando a visualização do conteúdo armazenado.

Continua após a publicidade

De acordo com Rosangela, quando o armário apresenta uma profundidade considerável, caixas de acrílico realizam a função de gavetas. “A contribuição de um personal organizer é um ponto positivo para avaliar se é possível trabalhar com essa opção nas instalações existentes ou se será necessária a alteração do layout interno do armário em questão”, recomenda.

Materiais

No tocante aos materiais, os mais indicados, por conta da maior durabilidade e facilidade de limpeza para as prateleiras, são o MDF, MDP, HDF, OSB e madeira revestida de inox. No caso dos potes para armazenamento de alimentos, os melhores são os vidros, reconhecidos pela forma simplificada de lavar e a ausência de odores; o policarbonato, resistente e de boa vedação, e o acrílico, que além do excelente fechamento, auxilia com sua transparência.

Marcenaria Planejada

Como organizar utensílios e mantimentos nos armários da cozinha. Projeto de Carina Dal Fabbro. Na foto, cozinha integrada com backsplash marmorizado.
Nesta cozinha compacta, a arquiteta Carina Dal Fabbro os nichos e gavetas foram essenciais para estruturação direcionada para o constante fluxo de ordenamento.Rafael Renzo/Casa.com.br

A arquiteta Carina Dal Fabbro explica que a marcenaria inteligente representa uma fusão do tradicional com o moderno, que se convertem em móveis sob medida altamente funcionais, duráveis e personalizados.

Continua após a publicidade

Como organizar utensílios e mantimentos nos armários da cozinha. Projeto de Carina Dal Fabbro. Na foto, cozinha integrada com backsplash marmorizado.
<span class=”hidden”>–</span>Rafael Renzo/Casa.com.br

“Por meio do design inteligente, o propósito é sempre o de entregar cozinhas mais eficazes, esteticamente agradáveis e adaptáveis às necessidades que surgem pelas constantes mudanças”, comenta. A qualidade superior dos materiais contempla desde a madeira, acabamentos e ferragens adequadas.

Fruteira na marcenaria
Contígua ao armário da cozinha, a fruteira realizada pelas arquitetas do Studio Tan-gram deixa os alimentos com fácil alcance dos moradores.Luis Gomes/Casa.com.br

Ainda na constituição, a marcenaria com esse perfil pode incluir tecnologias de abertura e fechamentos automáticos como portas de armário que se abrem com um simples toque ou a iluminação embutida que se acende automaticamente ao abrir gavetas. “O conceito desses móveis é atender as demandas atuais e permitir que, futuramente, possam ser reconfigurados, expandidos ou atualizados”, esclarece Carina.

Continua após a publicidade

Cestos na decoração. Projeto de Studio Guadix. Na foto, cozinha com marcenaria branca e cestos com frutas.
Projeto de Studio Guadix.Guilherme Pucci/Casa.com.br

Isso também vale para as despensas sob medida que podem ser projetadas para conservar os mantimentos de forma sistematizada por meio de prateleiras, cestas e gavetas. Para mercadorias de hortifruti, ela aconselha a aquisição de cestas cromadas ou de alumínio e, para pães, os de fibra natural.

Outro aliado na organização são os potes de mantimentos herméticos, que Carina considera como uma escolha bastante acertada. “Além da conservação, o formato quadrado deixa o empilhamento muito mais conveniente”, argumenta.

Atenção aos produtos de limpeza!

Tanto Rosangela quanto Carina são enfáticas em alertar sobre o acondicionamento de produtos químicos que normalmente exalam odores e/ou vapores prejudiciais à saúde. Assim, não devem estar próximos a alimentos para não potencializar o risco de contato e contaminação – a recomendação é mantê-los em locais diferentes dos alimentos e, se possível, na área de serviço.

Publicidade

©