A arquiteta Carina Dal Fabbro apostou na alegria do verde combinado com a sobriedade de uma paleta mais formal. O resultado foi um ambiente moderno e colorido, na medida certa, de acordo com o estilo dos clientes.Rafael Renzo/Casa.com.br

Você sabia que, com toques de cor, o sofá consegue transformar a decoração? Como o grande protagonista da área social, esse é um dos móveis essenciais para a casa, que se destaca pelo tamanho ou tom. As peças coloridas estão ganhando cada vez mais popularidade, uma vez que trazem alegria, um visual moderno para o living e varandas e podem ser posicionados em qualquer estilo de decoração.

Projeto assinado pelo escritório Vanessa Larré ArquiteturaFábio Severo/Casa.com.br

“Por ser um item que geralmente requer um investimento maior, muitas vezes as pessoas acabam se decidindo por sofás com cores neutras e modelos tradicionais, justamente pelo medo de enjoarem ou não conseguirem se adaptar com a nova composição”, conta a arquiteta Carina Dal Fabbro.

Projeto assinado pelo escritório Fantato Nitoli Arquitetura.Julia Ribeiro/Casa.com.br

Porém, não é necessário escolher tons extravagantes e vibrantes, se esse não for o seu estilo. Busque alinhar a peça com os outros elementos do cômodo. Devido à grande variedade de cores no mercado é possível transformar todo o visual do espaço mudando apenas um móvel. Para saber como fazer a escolha certa, veja algumas dicas:

Neste living, a arquiteta Cristiane Schiavoni optou pela essência das cores vivas. O sofá curvo e amarelo oferta alegria, vigor e intensidade, além de criar uma composição despojada com o azul do tapete.Carlos Piratininga/Casa.com.br

Como definir as cores?

O primeiro passo é deixar de lado a ideia de que móveis grandes precisam ser neutros e se jogue nessa tendência super alegre! Se você acha que só é possível colocar cor em almofadas e mantas, está muito enganado! Transforme o sofá no protagonista do ambiente e, se estiver com medo de pesar na proposta estética, pense em todos os elementos do espaço e balanceie os tons.

limaonagua/Reprodução

Olhar com atenção para a paleta de cores complementares e análogas é importante para estabelecer uma harmonia. Para aqueles que não têm medo de ousar e são adeptos a ideia de dar um up na casa por meio desta estratégia, esse passo fornece uma infinidade de composições únicas e interessantes.

Veja também

Em contrapartida, os que ainda preferem a parcimônia, mas não querem abrir mão de adicionar um toque de cor para evidenciar o sofá, invista em tapetes, cortinas e móveis neutros como uma forma de agregar.

Quais cores estão em alta?

 

Reprodução/Pinterest

O verde, em suas diversas tonalidades, se tornou o queridinho. Versátil e fácil de combinar, traz a lembrança dos elementos da natureza e, segundo a psicologia das cores, possui a capacidade de acalmar e aliviar o estresse dos moradores.

Outra cor bastante requisitada é o laranja, principalmente no gradiente terroso. As variações carregam aconchego e têm sido muito buscadas por estabelecer uma conexão com a natureza e estar ligada à sensação de calmaria, os mesmo elementos do verde.

Na cobertura assinada pela arquiteta Cristiane Schiavoni, a área fechada do projeto considerou uma sala de estar para as ocasiões em que os moradores recepcionam os convidados, ou mesmo para o dia a dia. Ao passo que o azul do sofá agrega personalidade ao mobiliário, a tonalidade, com o verde do paisagismo externo avistado pela janela, atribui paz e acolhimento ao décor.Carlos Piratininga/Casa.com.br

Como combinar as almofadas?

 

Reprodução/Real Homes

A escolha das almofadas pode parecer um outro desafio após a definição da peça. Versáteis, charmosas, com diversas opções de tamanhos, cores e estampas, elas são excelentes para complementar um clima de bem-estar.

Existe a possibilidade de selecionar almofadas com nuances complementares ou análogos ao sofá ou partir para uma decoração destemida e animada: um modelo verde, por exemplo, pode comportar almofadas em terracota e o resultado será magnífico.

Projeto de Cristiane Schiavoni.Sidney Doll/Casa.com.br

Dentro de uma proposta mais despojada é possível empregar diferentes cores e estampas ou inserir tons que dialogam com outros itens presentes no cômodo. 

Poltronas coloridas

Poltrona Louis da Tok&StockReprodução/Casa.com.br

Se o temor pela cor no sofá não for vencido, as poltronas se revelam como um passo intermediário. Menores e mais discretas, elas e os pufes possibilitam pinceladas de vivacidade, sem chamar tanta atenção. Além de darem um toque charmoso ao ambiente, adaptam o olhar de quem ainda não tem certeza se móveis coloridos são a sua praia.

 

©