Há cerca de 2,6 milhões de anos os hominídeos – ancestrais dos seres humanos mais primitivos – já utilizavam e fabricavam ferramentas no dia a dia, segundo estudo da pesquisadora Jessica Thompson. De lá até hoje muita coisa mudou. Mas nem tanto assim. As ferramentas continuam sendo parte fundamental de uma casa, afinal, reparos, reformas e novos projetos fazem parte do dia a dia de todas as famílias.

Para se ter ideia do quanto o setor de materiais de construção tem presença na vida das famílias brasileiras, basta saber que, em 2022, esse segmento faturou R$ 207,4 bilhões de acordo com estudo feito pelo Instituto Brasileiro de Economia (Ibre), da Fundação Getúlio Vargas (FGV), e a Associação Nacional dos Comerciantes de Material de Construção (Anamaco), e segundo o presidente da Anamaco, Geraldo Defalco, o bom desempenho “ainda é resultado das pessoas em casa”, como consequência da pandemia.

É muita gente comprando ferramentas, insumos, serviços para o lar. E a pandemia estimulou esse comportamento. Pensando nisso, consultamos o pessoal da Famastil Ferramentas para nos ajudar a montar kits de ferramentas perfeitas para cada tipo de morador. Vamos lá?

Kit de ferramentas iniciante

Kit de ferramentas: 4 dicas para montar o conjunto perfeito
<span class=”hidden”>–</span>Unplash/Casa.com.br

Para quem iniciou agora a arte de viver sozinho em uma casa, o básico não pode faltar. Mas o que é básico numa casa? “Uma trena, uma chave de fenda, um alicate universal e um estilete já ajudam muito. São itens que toda casa tem que ter”, conta Diego Prestes, gerente de compras internacionais da Famastil. Outras ferramentas que também não podem faltar são martelo e chave Philips.

Com o tempo, o repertório vai aumentando, e, por isso, é importante investir em ferramentas que tenham qualidade. “Dificilmente na sua vida você vai comprar muitos martelos, por exemplo. Então tem que garantir que o investimento seja proporcional à durabilidade. Muitas marcas vendem ‘barato’ e acaba que o consumidor gasta mais tendo que repor a peça”, diz ele.

Kit de ferramentas para o faz-tudo

Kit de ferramentas: 4 dicas para montar o conjunto perfeito
<span class=”hidden”>–</span>Unsplash/Casa.com.br

É o perfil daquele que mexe em tudo. Quase um marido de aluguel. E para esse tipo é preciso pensar em um kit bem completo, com tudo aquilo de mais essencial que uma boa obra ou conserto exige. É claro que neste caso, o céu é o limite, e quanto mais melhor, mas é preciso pensamento estratégico.

Continua após a publicidade

“Para esse perfil, que provavelmente já tem itens básicos, como martelo e chave de fenda, é preciso pensar em itens mais diversificados, como um arco de serra regulável, um alicate de pressão e um kit de brocas diferentes, para madeira, metal, concreto e outras”, lembra Diego. Ainda, no kit é importante pensar em diversidade de chaves: chave biela, chave de roda, chave inglesa ajustável e outras.

Kit de ferramentas para o marceneiro

Kit de ferramentas: 4 dicas para montar o conjunto perfeito
<span class=”hidden”>–</span>Unsplash/Casa.com.br

Para quem se aventura a construir móveis e adora colecionar madeiras em casa, ter um kit voltado para essas atividades é essencial. Além das clássicas serras tico-tico, circular ou mármore, é importante ferramentas adicionais, como serrotes e formões.

“Para um iniciante, é legal ter um formão com uma boa afiação. Além disso a régua de aço é a mais recomendada para trabalhos com madeira, não só pela durabilidade, mas também pela exatidão na marcação. Uma boa trena também é indispensável”, diz o gerente de compras.

Kit de ferramentas para quem ama jardinagem

Kit de ferramentas: 4 dicas para montar o conjunto perfeito
<span class=”hidden”>–</span>Unsplash/Casa.com.br

O hobby da jardinagem aflorou em muitas pessoas durante a pandemia. E para quem mora em casa e gosta de estar em contato com a natureza, alguns itens são fundamentais. “São muitas as possibilidades, mas uma vassoura para jardim, seja metálica ou de plástico, é essencial, assim como uma mangueira com kit e suporte de um bom tamanho, e pás de diferentes tamanhos. Um cortador de galho também é bem útil para quem se dedica às atividades de jardim”, reforça Prestes.

Um enrolador de mangueira também pode ser uma boa pedida para facilitar a vida dos jardineiros amadores, assim como um arrancador de inço, para tirar matos. “A jardinagem é um dos hobbies que mais proporciona relaxamento e integração em família, e com certeza, é uma maneira de agradar e estimular uma atividade manual”, finaliza ele.

Continua após a publicidade

©