Projeto de Ricardo Abreu.Renato Navarro/Casa.com.br

A decoração sustentável é uma pauta cada vez mais relevante e não se trata apenas de um conceito estético, mas sim uma maneira de cooperar com o meio ambiente na concepção de uma casa.

Atualmente, existem muitas formas de transformar um ambiente em algo bonito e com uma decoração sustentável, incorporando maneiras para evitar o uso excessivo de energia, água e utilizando peças e materiais que não deterioram ainda mais o planeta.

Iluminação

Projeto do Studio AG.Fran Parente/Casa.com.br

De acordo com a empresária Priscila Prieto, especialista em móveis planejados e decoração para apartamentos, aproveitar a luz natural é uma das chaves para criar um ambiente pautado em sustentabilidade.

Projeto de Ammi Estúdio de Arquitetura e Design.Produção visual: Estudio Cabe/Fotos: Raiana Medina/Casa.com.br

Abajures, luminárias e lustres podem ser belíssimos e não há o que discordar quanto a isso. Mas é importante utilizá-los, apenas, quando o sol não pode fazer o seu trabalho de iluminação. Otimizar a luz solar com janelas bem posicionadas, escolher cortinas ideais para que a iluminação seja adequada e realocar os móveis de acordo com essa necessidade são passos fundamentais para otimizar o impacto das luzes naturais.

Vale ressaltar que a iluminação natural, além de nos fornecer inúmeros benefícios para a saúde, também é uma ótima maneira de entrar de vez no estilo de vida sustentável e economizar com a conta de energia”, relata.

Materiais naturais

Projeto de Très Arquitetura.André Mortatti/Casa.com.br
Continua após a publicidade

A especialista afirma que a utilização de materiais naturais, como madeiras e fibras, é um ponto crucial no conceito de decoração sustentável.

“Além de deixar qualquer ambiente mais bonito e confortável, o uso desse tipo de recurso na decoração é uma grande tendência. No entanto, antes de qualquer outra coisa, escolha produtos confeccionados com madeira sustentável, de empresas que seguem as normas nacionais e são referências no mercado.

Projeto de Très Arquitetura.Ricardo Bassetti/Casa.com.br

Afinal, utilizar-se de recursos naturais certificados garante que os prejuízos causados à natureza sejam completamente controlados e que exista uma política que envolve reflorestamento ou recuperação do que se coleta para uso.

É muito importante ter essa consciência sobre o que se retira dos recursos naturais esgotáveis, porque diferente da luz solar, a madeira, caso não seja replantada, pode trazer sérios prejuízos ao meio ambiente”, pontua.

Reutilizar, reciclar e reduzir

Projeto de Maná Arquitetura.Rafaela Paoli/Casa.com.br

A política dos três R’s (reutilizar, reciclar e reduzir) é essencial para manter um ambiente que contempla uma decoração sustentável.

“Essa premissa sugere, por exemplo, que as pessoas realizem mudanças em itens já existentes ao invés de acrescentar coisas novas. É possível pegar uma peça que já não se usa mais e, com as devidas alterações, transformá-la em algo que seja exatamente o que faltava para uma decoração ficar perfeita.

Projeto de Maná Arquitetura.Rafaela Paoli/Casa.com.br

Adotar uma decoração sustentável não é tão difícil quanto parece e, com atitudes simples, é possível fazer mais para o nosso meio ambiente sem ter que investir muito dinheiro para isso”, finaliza a especialista em decoração e fundadora da Prieto Móveis.

Continua após a publicidade

©