<span class=”hidden”>–</span>Lília Mendel/Casa.com.br

O travesseiro faz toda a diferença na qualidade do seu sono: a escolha errada pode resultar no famoso “dormir de mau jeito”, causando dores, cansaço e até prejudicando a saúde de um modo geral. De acordo com Camila Shammah, gerente de produtos da Camesa, alguns fatores como o tipo de material que o item é confeccionado e a altura fazem toda a diferença para manter a postura necessária para o bem-estar e a qualidade de vida. Confira abaixo os diferentes tipos de materiais e suas características:

Travesseiro de espuma de látex

A principal característica desse tipo de travesseiro é a espuma perfurada, que favorece a circulação de ar e mantem a temperatura sempre agradável. “O diferencial do látex são os furinhos ao longo da peça, que permitem a circulação de ar e não esquenta ao longo da noite. Ele é firme e suporta bem o peso da cabeça, além de retornar a forma original rapidamente após a pessoa se levantar. A borracha, que está presente no item, também é ideal para quem costuma dormir de lado”, explica Camila.

Travesseiro de espuma viscoelástica

Com espuma moldável e termossensível que se adapta ao contorno e a temperatura da cabeça, a opção ajuda na circulação sanguínea e é uma das mais famosas no mercado. “É muito indicada para quem precisa de relaxamento total e para os que sofrem com problemas na coluna. É capaz de se adaptar às curvas e à postura do corpo e proporciona a densidade adequada para uma boa noite de sono”, conta a gerente.

Travesseiro de flocos de espuma

Feito com espuma comum recortada em pequenos flocos, esse é um modelo mais macio e suave. “Ele apresenta um espaço entre os pedaços de espuma, que deixam o produto mais maleável para quem se movimenta pouco durante a noite. Em contrapartida, deve ser evitado por pessoas que têm alergias, pois com o tempo o material se desfaz e pode afetar a saúde”, indica.

Travesseiro de microfibra

Composto por um material leve e flexível, essa opção gera conforto para quem não quer materiais mais densos e pesados. “A microfibra, também conhecido como poliéster, é uma ótima opção para quem viaja e gosta ou precisa levar o item junto, pois mistura leveza e conforto em um só produto”, esclarece.

Travesseiro de espuma com molas

Embora não seja muito conhecido, dentre os tipos de travesseiros ele é o mais recomendado para quem sofre de alergias. “Por possuir defesas antiácaros, fungos e bactérias, o produto é ideal para pessoas que moram em regiões mais úmidas. Além disso, ele também não deforma em decorrência do uso pois a superfície é mais firme por causa das molas”, conclui.

Continua após a publicidade

©