O rosa possui efeitos físicos e psicológicos comprovados cientificamente. O principal deles afirma que a cor possui propriedades calmantes e tranquilizantes, capaz de despertar empatia, e também que é a cor do amor universal e fraternal.
Na decoração, se a proposta é obter um clima delicado, inocente e romântico, aposte nos tons claros de rosa combinados a cores neutras, especialmente o branco. O rosa também pode ser usado com todos os tons pastéis, resultando assim em espaços diáfanos.
Mas se você gosta dos tons vibrantes de rosa, experimente compor a cor com laranja, por exemplo, uma dupla que me reporta ao México.
A seleção de hoje é com tons suaves de rosa, a cor preferida da minha querida Clarinha.

Via Pinterest

©