Projeto de Ketlein AmorimAndré Nazareth/Casa.com.br

Todo mundo quer poder receber os amigos em casa, brincar com os filhos no quintal, ou apenas descansar a seu modo no fim de semana, não é mesmo? Para isso, é essencial ter um cantinho mais especial totalmente voltado para esses tipos de atividades. A área de lazer de uma residência pode ser o refúgio intimista e acolhedor que todos precisam na vida.

Varanda gourmet do escritório Dantas&Passos ArquiteturaMaura Mello/Casa.com.br

As arquitetas Danielle Dantas e Paula Passos, à frente do escritório Dantas & Passos Arquitetura, trazem algumas dicas para quem está em busca de elaborar o seu ambiente. Segundo a dupla, “a casa não precisa ser só um lugar para se morar, também deve ser aberta à diversão, comodidade e a receber quem se gosta”.

Nada como a nossa casa

Projeto de Dantas&Passos ArquiteturaMaura Mello/Casa.com.br

Desde que as pessoas passaram a ficar mais em casa, as áreas de lazer de residências e condomínios ganharam mais destaque por diversos fatores, mas principalmente pela falta de tempo e a segurança que apenas o lar oferece. Essa facilidade de curtir, sem sair do seu endereço é, muitas vezes, o pontapé para investir nesses ambientes. Mas por onde começar?

O primeiro passo, de acordo com as profissionais, é traçar o perfil dos moradores, de maneira que o projeto corresponda com as preferências. O lazer como atividade pode configurar-se em certos tipos como: social, artístico, intelectual. “Identificando como as pessoas preferem viver o tempo, é possível dar forma aos ambientes”, orienta Paula.

<span class=”hidden”>–</span>Brian Wangenheim/Unsplash

As arquitetas complementam que as academias, inclusive, tornaram-se espaços de lazer fundamentais dentro do condomínio, pois junto com o cuidado com a parte física, a prática de exercícios tem influência direta no bem-estar mental.

Continua após a publicidade

<span class=”hidden”>–</span>Reprodução/Pinterest

Em projetos de casas, havendo espaço, elas afirmam que vale super a pena investir em materiais ou equipamentos que permitam uma musculação, yoga e meditação. “As áreas de lazer são geralmente, concebidas com o intuito de reunir pessoas.

Mas atividades praticadas individualmente também estão incluídas nas buscas compartilhadas por nossos clientes”, ressalta Danielle.

O que não pode faltar

Projeto de Ketlein AmorimAndré Nazareth/Casa.com.br

Fala-se muito de construir espaços específicos de lazer, mas para as profissionais também é possível inserir objetos de lazer pela casa. Pode ser algo que o morador goste e aprecie, como uma mini biblioteca, instrumentos musicais ou jogos.

Saiba que é possível criar áreas de lazer em qualquer tipo de residência, seja ela grande ou pequena: um projeto bem desenvolvido vai garantir um ambiente especial longe da rotina e ainda valorizará o imóvel.

Dicas para o conforto

Projeto de Korman ArquitetosEduardo Pozella/Casa.com.br

O lazer deve proporcionar conforto e por serem ambiente também muito sociais:

  • Invista em poltronas funcionais e objetos de aconchego como almofadas e tapetes;
  • Aposte em ambientes de estilo casual e leve;
  • Procure criar uma composição de ambientes sóbrios para que possa receber bem uma visita;
  • Procure pensar em um projeto que atenda eventos pequenos e grandes;
  • Tente cultivar um pequeno jardim para ter contato com a natureza.

 

Continua após a publicidade

©