Com certeza você já ouviu a expressão “flor do mandacaru” como um sinônimo de força, coragem e esperança. Ou ainda escutou a música de Luiz Gonzaga: “Mandacaru quando fulora na seca. É o sinal que a chuva chega no sertão“. O significado vem justamente da resistência da planta que floresce mesmo no sertão brasileiro, superando as condições adversas do clima. Mas aqui mora outra curiosidade: a flor abre à noite e murcha logo no dia seguinte de manhã e, por isso, é também conhecida como flor-da-noite.

Conheça um pouco mais sobre o mandacaru!

O QUE É O MANDACARU?

Mandacaru: o que é, como cultivar e cuidar das flores e frutos
<span class=”hidden”>–</span>Wiki Commons/Casa.com.br

Árvore cactícia, tem o nome científico de Cereus jamacaru – ou seja, chamar o mandacaru de cacto não está errado, já que está na mesma família. É originário do Brasil e aparece principalmente na região nordeste, em áreas de caatinga e do sertão, menos secas e de solo argiloso. Seu nome vem do tupi mãdaka’ru ou iamanaka’ru, que significa “espinhos agrupados danosos“.

QUAIS AS CARACTERÍSTICAS DO MANDACARU?

A árvore chega a medir entre 5 e 8 m de altura e possui um formato que se assemelha a um candelabro. Os ramos são irregulares e do tipo cladódio, ou seja, com uma modificação que permite a presença de clorofila e grande quantidade de água armazenada internamente, formato comum em plantas xerófitas. Não possui folhas, só espinhos. Suas raízes são profundas, pois retiram a água de lençóis freáticos.

PARA QUE SERVE O MANDACARU?

Mandacaru: o que é, como cultivar e cuidar das flores e frutos
<span class=”hidden”>–</span>Unsplash/Casa.com.br

A planta é usada para a restauração de solos degradados e também serve de alimento para animais da caatinga. As hastes podem ser utilizadas no artesanato, como matéria prima de embalagens, por exemplo. Muitos fazendeiros usam mandacaru como cerca natural.

COMO PLANTAR MANDACARU EM CASA?

03-suculentas-plantas-faceis-de-cuidar
Aqui, o mandacaru ocupa um vaso de 60 cm de diâmetro, com lascas de cerâmica, argila expandida, manta drenante, pedriscos e substrato comum para plantas sem flores.MINHA CASA/Casa.com.br

É uma planta muito comum em projetos paisagísticos e pode ser plantada em diversas regiões, não só no nordeste. O ideal é que o solo – mesmo em vasos – seja argiloso, preferencialmente misturado a cascalhos. Também coloque adubo para cactos a cada dois meses. Não se esqueça de deixar o mandacaru em um local onde bata muito sol!

Continua após a publicidade

COMO REGAR MANDACARU?

01-floresta-de-cactos
<span class=”hidden”>–</span>Arquitetura & Contrução/Casa.com.br

Como a planta armazena muita água, pode ser regada somente uma vez por semana no verão e até duas vezes no inverno. Sinais de excesso de umidade são partes amareladas.

POSSO COMER O FRUTO DO MANDACARU?

Mandacaru: o que é, como cultivar e cuidar das flores e frutos
<span class=”hidden”>–</span>Unsplash/Casa.com.br

Sim! O fruto vermelho amadurece entre os meses de março a abril e possui sabor adocicado. Animais e insetos se alimentam do fruto. Pode ser usado na alimentação de bovinos, ovinos e caprinos. O mandacaru faz parte das plantas não convencionais comestíveis (PANC).

O QUE É A FLOR DO MANDACARU?

Também conhecida como flor-da-noite, ela floresce de novembro a janeiro apresenta flores brancas. E é uma espécie única: brotam à noite e, logo pela manhã, murcham. Por isso, muitas vezes é considerada como o símbolo do sertão brasileiro, por sua resistência mesmo em climas adversos.

Mandacaru: o que é, como cultivar e cuidar das flores e frutos
<span class=”hidden”>–</span>Unsplash/Casa.com.br

MANDACARU É SEGURO PARA OS PETS?

Sim, a planta não é tóxica por contato ou ingestão. No entanto, é preciso lembrar que os espinhos podem machucar seu gato ou cachorro.

Continua após a publicidade

©