Projeto de Ricardo Abreu.Renato Navarro/Casa.com.br

A primavera chegou para valer e, com ela, uma decoração colorida e cheirosa. Mas você sabia que, além de uma estética bonita, a decoração natural reflete diretamente no bem-estar, reduz o estresse e a ansiedade, além de melhorar a disposição e criatividade?

Projeto de Ricardo Abreu.Renato Navarro/Casa.com.br

Pois bem, um exemplo vem do Global Impact of Biophilic Design in the Workplace, estudo desenvolvido pela Interface com a análise de 7,6 mil postos de trabalhos em 16 países. Os resultados mostraram que a biofilia (termo descrito nos anos 80 pelo biólogo americano Edward Osborne Wilson, como “amor às coisas vivas”) em ambientes de escritório aumenta em 6% a produtividade, 15% a sensação de bem-estar dos ocupantes e 15% a criatividade.

Projeto do Escritório Co+Lab Juntos Arquitetura.Luiza Schreier/Casa.com.br

Pensando em aliar estética e promover bem-estar, Cristina Cardoso, arquiteta dos apartamentos decorados da Yticon, construtora do Grupo A.Yoshii, preparou uma série de dicas para aproveitar ao máximo o que a estação oferece, seja na decoração ou no conforto do lar.

Projeto de Studio Tan-Gram.Estúdio São Paulo/Casa.com.br

Basta usar a criatividade e um pouco de imaginação. Segundo ela, para começar, o ideal é incorporar as flores, folhas e plantas que trazem mais vida aos ambientes, ao mesmo tempo que melhoram a qualidade do ar, pois aumentam a umidade do local. Tão simples e eficaz quanto, a profissional sugere a utilização de tecidos mais leves e cheios de cor, bem típicos da primavera. Confira mais dicas.

Plantas e flores naturais

Projeto de Natália Lemos.Nádia Bach/Casa.com.br

As plantas e flores naturais têm o papel fundamental de deixar um ambiente primaveril e fresquinho. Seja dentro ou fora de casa, elas ajudam a renovar o ar, a manter a umidade, além de serem bonitas e perfumadas.

“Nas varandas, a dica é investir em vasos de diferentes alturas, preferencialmente feitos em cerâmica, que mantêm por mais tempo a umidade da terra, ajudam a filtrar o sol e levam frescor para dentro de qualquer lugar.” O perfume das plantas pode ser realçado por aromatizadores. Na primavera, a orientação é usar aromas mais leves e cítricos, que podem ser estendidos ao verão.

<span class=”hidden”>–</span>Tara Winstead/Pexels

As flores e plantas, em sua maioria, preferem lugares com sombras, porém, iluminados, ou seja, sem luz direta do sol. Além disso, elas também têm papel fundamental para manter o ambiente mais fresco – ideal para os dias mais quentes – e conferem muito estilo ao cômodo.

Por isso, para deixar a sala de estar ainda mais sofisticada, o uso de vasos é uma excelente opção que transforma o ambiente, sejam eles coloridos ou mais discretos, dando maior destaque para a planta em si.

Projeto de Studio Duas ArquiteturaMCA estúdio/Casa.com.br

Já nos quartos, pensando no aconchego, vários estudos comprovam que há flores e plantas que podem auxiliar até mesmo na qualidade do sono e deixar seu espaço particular mais relaxante, além de bonito. “Ter uma boa noite de sono é essencial e algumas têm efeito direto no humor, raciocínio e produtividade. As plantas auxiliam também nos problemas de respiração, visto que purificam o ar.”

Decoração Florida

<span class=”hidden”>–</span>Designecologist/Pexels

Na decoração, nem sempre é fácil mudar a cor de um sofá, por exemplo. No entanto, as almofadas, roupas de cama e objetos podem e devem ser trocados conforme a época do ano para proporcionarem um ambiente mais adequado à temperatura atual.

“As mantas de tricô e pelegos dão lugar ao algodão, com estampas floridas e suaves. Com criatividade, é possível transformar a casa de acordo com a temporada sem gastar muito”, exemplifica a arquiteta.

Nesse sentido, quando possível, a recomendação é também substituir ou retirar os tapetes do ambiente para deixar o piso mais arejado. “Seja porcelanato, vinílico ou laminado de madeira, pode-se colocar tapetes menores, de tecidos mais finos e naturais para que o ambiente fique mais aconchegante.”

Continua após a publicidade

Cheiros e aromas

Projeto de Studio Tan-GramGuilherme Marcato/Estúdio São Paulo/Casa.com.br

Grande parte das famílias têm aquela receita gastronômica clássica ou aquele perfume característico que transporta todos para momentos festivos. Então, por que não trazer esse perfume para a decoração?

<span class=”hidden”>–</span>Okay.com/Reprodução

Entram nessa lista, a canela ou a baunilha, o cheiro de pinheiro fresco ou as flores que decoram a casa. Outros aromas refrescantes, como ervas frescas da horta, também podem ser usados, como alecrim, louro e limão. “Essas ervas são aromatizadores de ambiente. Velas e sachês também são opções para ambientar o lar com o clima da primavera.”

Gardens em apartamentos

Projeto de Atelier C2Ha.Gisele Rampazzo/Casa.com.br

Saber organizar a decoração de um garden – pequena área verde em apartamentos térreos – é fundamental para que este proporcione conforto. Por isso, planejar quais materiais, plantas e demais objetos serão utilizados auxilia a preencher o espaço.

Para quem gosta de cuidar do jardim, o cultivo de gramas e forrações verdes é uma opção fácil e acessível, mas deve ser feita com cuidado.

“Algumas se desenvolvem melhor em sol pleno, então, se houver muitas árvores ou regiões sombreadas por muros – ou até mesmo a sombra projetada do próprio edifício na maior parte do dia -, o ideal é dar preferência a forrações de sombra, como heras, grama amendoim, entre outras”, explica.

Plantas desidratadas

Arranjos de flores secas

Aos poucos, as plantas secas e desidratadas foram conquistando um espaço especial na decoração dos ambientes. Ao combinar beleza, durabilidade e quase nenhuma necessidade de cuidado com manutenção, os arranjos secos incorporam um visual bucólico, rústico e conceitual, conferindo personalidade à decór do lar sem necessidade de cultivo cuidadoso.

<span class=”hidden”>–</span>Manufactures Suppliers & Products China/Reprodução

“Esses arranjos são plantas naturais que passaram por um processo de desidratação, perderam toda a sua água e não se deterioram tanto com o passar do tempo. Os arranjos secos são uma alternativa interessante de introduzir elementos naturais ao lar de forma duradoura e sem a necessidade de manutenções.”

Cultivo de ervas

Projeto de Mar Arquitetura.Produção visual: JA Interiores/Fotos: MCA Estúdio/Casa.com.br

Seja em casa ou apartamento, ter um espaço, nem que seja pequeno, para plantar e cultivar seus próprios alimentos é uma ótima ideia, que pode auxiliar numa alimentação mais saudável e prática.

<span class=”hidden”>–</span>Bosch/Casa.com.br

Juntando o útil ao agradável, o cultivo de ervas na cozinha ou na sacada – com a criação de pequenas hortas – se torna uma excelente ideia e alternativa sustentável. “Essa é uma alternativa simples, de investimento baixíssimo, mas que traz inúmeros benefícios à estética do ambiente e saúde da família.”

Banheiros

<span class=”hidden”>–</span>Candace Madonna/the spruce

Por fim, para os banheiros e lavabos, onde dificilmente há forte incidência de luz, existem plantas que conseguem se adaptar mais facilmente nesses lugares. As plantas naturais dão um toque especial a esse ambiente, trazendo mais cor, perfume e frescor.

<span class=”hidden”>–</span>Luoxi/Alamy Stock Photo/Reprodução

“Nesse caso, são indicadas espécies que se desenvolvem bem em áreas internas, sem incidência de sol direto, mas com boa iluminação e ventilação, como as suculentas, dinheiro em penca, jiboia, entre outras”, sugere.

As plantas naturais desidratadas, ainda de acordo com a arquiteta, são ótimas opções para quem quer manter a aparência mais natural sem se preocupar com os cuidados, regas e limpeza do local. “Nessa opção, podem ser adicionadas essências de qualquer aroma, o que deixa o ambiente perfumado e sem o cheiro forte de produtos de limpeza”, atenta.

Continua após a publicidade

©