<span class=”hidden”>–</span>Evgeniya Vlasova/the spruce

A margarida (Leucanthemum x superbum) é um híbrido resistente desenvolvido em 1800. Hoje, existem 69 cultivares únicas da planta, de acordo com a Royal Horticulture Society.

Existem variedades de pétalas simples e duplas e de diversos tamanhos, mas todas exibem flores brancas e alegres com centros amarelos. Elas têm folhagem verde espessa, coriácea e profunda. Em climas quentes, a folhagem é considerada perene e permanecerá durante todo o ano.

<span class=”hidden”>–</span>Ishara Kasthuriarachchi/Pexels

As flores das margaridas atraem borboletas e polinizadores. É melhor planta-las no início da primavera ou verão, principalmente em climas mais frios. Plantadas no outono, podem não se estabelecer antes da chegada do inverno, comprometendo a sobrevivência da planta.

Uma vez estabelecidas, são produtores vigorosos e facilmente se espalham por meio de rizomas. Elas fazem lindas e duradouras flores de corte. Mães e pais de pets precisam se atentar, pois margaridas são tóxicas para cães e gatos.

<span class=”hidden”>–</span>Evgeniya Vlasova/the spruce

Nome comum Margarida
Nome botânico Leucantemo × Superbom
Família Asteraceae
Tipo de planta Perene
Tamanho maduro 22 cm- 90 cm de altura, 30 cm-60cm de largura
Exposição ao sol Completo, parcial
Tipo de solo Argiloso, úmido, mas bem drenado
pH do solo Neutro
Tempo de floração Primavera Verão
Cor da flor Branco
Área nativa América do Norte
Toxicidade Tóxico para animais de estimação

Como cuidar de margaridas

<span class=”hidden”>–</span>Evgeniya Vlasova/the spruce

As margaridas são bastante resistentes e não requerem muita atenção uma vez estabelecidas. Elas podem ser cultivadas em pleno sol ou sombra parcial e toleram condições variadas de solo, desde que sejam bem drenados. São resistentes à seca e por vezes não chegam a enfrentar muitas pragas ou doenças.

São plantas perenes de curta duração. Isso significa que vivem apenas por alguns anos. Para manter as margaridas ano após ano, introduza plantas adicionais no canteiro do jardim anualmente.

Iluminação

<span class=”hidden”>–</span>Evgeniya Vlasova/the spruce

Essas plantas perenes adoram o sol e prosperam em ambientes de plena luz. No entanto, as variedades de margaridas se adaptam bem a áreas de sol parcial e podem tolerar um pouco de sombra. Tenha em mente que as plantas cultivadas em pleno sol produzirão mais flores.

Solo

<span class=”hidden”>–</span>Suzy Hazelwood/Pexels

Um solo rico e fértil garantirá uma estação de floração resistente e saudável. No entanto, as margaridas também podem sobreviver em condições de solo pobres. Elas se saem melhor em solo rico em matéria orgânica, como composto.

Isso não apenas fornece os nutrientes necessários, mas também garante a drenagem adequada do solo, outro fator fundamental para a saúde dessas plantas. Elas não toleram solo encharcado e devem ser plantadas em uma área bem drenada.

Água

<span class=”hidden”>–</span>Sebastian Sorensen/Pexels

As margaridas desfrutam de condições úmidas, desde que o solo seja bem drenado. Como elas são sensíveis ao excesso de água, é melhor errar pela falta que pelo excesso.

Uma vez estabelecidas, elas são consideradas tolerantes à seca por curtos períodos de tempo. Forneça cerca de 2,5 cm de água toda semana para mantê-las saudáveis e hidratadas.

Temperatura e Umidade

<span class=”hidden”>–</span>Pixabay/Pexels

As margaridas são muito resistentes e podem tolerar uma ampla gama de temperaturas e níveis de umidade. No entanto, não lidam bem com áreas extremamente úmidas, pois isso pode contribuir para condições de solo excessivamente úmidas que podem causar podridão.

Fertilizante

<span class=”hidden”>–</span>Pixabay/Pexels

Como as margaridas preferem solo rico e fértil, pode ser benéfico adicionar fertilizantes a essas plantas todos os anos. Composto ou outro material orgânico é uma ótima maneira de fertiliza-las.

Adicione-o na primavera para garantir um aumento de nutrientes para a estação de floração. Alternativamente, você pode aplicar um fertilizante bem balanceado mensalmente durante todo o verão.

Propagação de margaridas

<span class=”hidden”>–</span>Vadim B./Pexels

A melhor forma de propagação para essas plantas é a divisão. Isso não apenas produzirá mais plantas, mas ajudará a aumentar a vida útil. Idealmente, é melhor dividir a planta a cada dois anos ou mais na primavera ou no início do outono, depois que as margaridas terminarem de florescer. Para dividir as margaridas, você precisará de luvas, uma pá grande, uma pá de mão e um par de tesouras afiadas.

Continua após a publicidade

  • Usando a pá grande, solte suavemente o solo ao redor de toda a planta, fazendo um círculo até que o sistema radicular esteja solto;
  • Quando as raízes puderem ser levantadas do solo, remova a planta inteira;
  • Usando as pás e as tesouras, divida a planta cortando o sistema radicular. Certifique-se de que cada divisão tenha raízes e folhagens saudáveis.
  • Plante a margarida de volta. Mova cada divisão para seu próprio local, preparando o solo primeiro, adicionando composto.

Como cultivar margaridas a partir de sementes

<span style=”font-size: 16px; display: inline !important;”>Cultivar as sementes de uma margarida é um projeto divertido. Elas podem ser iniciadas em ambientes internos e externos.</span>Pixabay/Pexels

Para semear ao ar livre, siga estas instruções:

  • Na primavera ou no início do outono, semeie em solo fértil e bem drenado. Consulte as instruções específicas de cultivo para o espaçamento. É melhor plantar algumas sementes em locais separados. Certifique-se de não enterrar as sementes completamente, pois elas precisam de luz para germinar;
  • Uma vez germinadas, desbaste as mudas, mantendo apenas as mais fortes e com aspecto mais saudável;
  • Regue regularmente até que as mudas estejam estabelecidas.

Para iniciar as margaridas em ambientes fechados, siga estas instruções:

  • Prepare pequenos vasos com solo rico no meio do inverno;
  • Pressione suavemente as sementes de margarida no solo úmido. Não cubra as sementes completamente, pois elas precisam de luz para germinar;
  • Coloque-as em um local ensolarado e mantenha o solo uniformemente úmido;
  • Depois de germinadas, selecionar as mudas, mantendo apenas as mais fortes e saudáveis;
  • Na primavera, lentamente endureça as mudas para prepará-las para o jardim;
  • Quando eles estiverem fortes o suficiente para ficarem ao ar livre, plante-as em seus locais permanentes.

Envasamento e replantação da margarida

<span class=”hidden”>–</span>Xuan Hoa Le/Pexels

Com tantos tipos de vasos disponíveis, é importante saber que o tamanho maduro de cada variedade de margarida é muito diferente. Algumas variedades anãs ficam com menos de 30 centímetros de altura, tornando-as perfeitas para vasos pequenos, como em uma mesa ao ar livre.

Outras atingem até um metro e meio de altura e devem ser mantidos em grandes recipientes. Certifique-se de escolher um vaso apropriado para o tamanho maduro da sua margarida. Elas devem ser cultivadas em vasos com furos de drenagem, pois o solo encharcado pode causar podridão. Uma vez que um vaso adequado seja selecionado, encha-o com solo rico e fértil.

As margaridas em vasos desfrutam de composto ou fertilizante e rega regular. Coloque o vaso em uma área ensolarada ou levemente sombreada e mantenha o solo levemente úmido. Se a margarida ultrapassar o vaso, solte suavemente as raízes e divida a planta.

Hibernação

<span class=”hidden”>–</span>Mitbg/Pexels

Em áreas com invernos quentes, a folhagem da margarida pode ser mantida durante todo o ano. Para áreas com invernos frios, a margarida requer um pouco de proteção.

Quando a planta começar a murchar no outono, podar a folhagem para perto do nível do solo. Em seguida, cubra a planta com uma camada extra de cobertura morta para fornecer proteção contra as temperaturas frias.

Como fazer com que as plantas floresçam

<span class=”hidden”>–</span>Evgeniya Vlasova/the spruce

As flores da margarida podem atingir de 22 cm a 1,20 m de altura, com cada flor medindo vários centímetros. Como outras variedades de margaridas, elas têm uma forma icônica com um centro amarelo brilhante e pétalas longas e brancas. Essas plantas perenes florescem durante os meses de verão por vários anos.

Para incentivar a floração abundante, certifique-se de cortar as flores gastas durante toda a estação de crescimento. Isso incentivará a planta a produzir mais flores.

Como as margaridas são perenes de vida curta, é melhor plantar margaridas adicionais a cada ano para manter o canteiro de margaridas cheio e florescendo. Isso evita qualquer pausa na floração à medida que as plantas mais velhas desaparecem.

Problemas comuns

<span class=”hidden”>–</span>Sami Aksu/Pexels

As margaridas são perenes resistentes e não costumam ter muitos problemas. No entanto, os problemas mais comuns que essas margaridas encontram são a podridão e fungos.

Fungos

Acremonium e verticillium são fungos que podem afetar plantas de margarida. Ambos têm sintomas semelhantes e causam amarelecimento e queda da folhagem. A verticillium geralmente atinge temperaturas frias e se espalha das folhas basais para as folhas externas.

Acremonium gosta de solo encharcado e geralmente aparece em um lado de uma planta. Para se livrar deles, remova e descarte quaisquer folhas e raízes doentes. Mantenha as margaridas em um local ensolarado e regue apenas quando necessário.

Podridão

A podridão, como a podridão da raiz , prospera em ambientes úmidos. Isso pode fazer com que as hastes murchem e morram. Se você suspeitar que sua planta tem podridão de raiz, desenterre suavemente a planta e corte as raízes e folhagens infectadas. Certifique-se de que o solo esteja bem drenado e, em seguida, plante apenas as seções saudáveis. Descarte as plantas doentes.

<span class=”hidden”>–</span>Jessica Lewis Creative/Pexels
FAQ

As margaridas florescem todos os anos? Sim, as margaridas são consideradas perenes de curta duração. Portanto, essas flores brancas brilhantes voltam anualmente por vários anos antes que a planta diminua.

A margarida requer sol pleno? As margaridas Shasta se beneficiam de condições de pleno sol, mas também podem ser cultivadas em áreas parcialmente sombreadas. Apenas certifique-se de mantê-las fora da sombra total.

Em que meses as plantas da margarida florescem? Cada variedade terá tempos de floração ligeiramente diferentes. Algumas margaridas florescem no final da primavera e outras florescem no outono.

*Via The Spruce

Continua após a publicidade

©