Se você está pensando em repintar um ambiente ou até mesmo sua casa inteira, uma das maiores dúvidas que podem surgir é: quanto de tinta vou precisar? Escolher a cor perfeita é só metade da batalha, afinal, quando se trata de projetos de pintura, um dos desafios mais comuns são calcular a quantidade adequada de tinta necessária para concluir a tarefa sem desperdícios.

Como calcular a quantidade de tinta para o projeto em 6 passos. Na foto, sala com parede azul e sofá branco.
<span class=”hidden”>–</span>Qualyvinil/Casa.com.br

Para auxiliar nesse momento, o especialista no assunto André Nogueira – Coordenador de Desenvolvimento Aplicado e porta-voz, da Qualyvinil, preparou dicas e sugestões úteis.

Cada parede sala é de uma cor neste apê de 80 m² com dois home offices. Projeto de Mutabile Arquitetura. Na foto, sala de estar e jantar com parede amarela, pendentes e sofá verde.
Projeto de Mutabile Arquitetura.Leo Lobato/Casa.com.br

Passo 1: Avalie a superfície a ser pintada

O primeiro passo é avaliar a superfície que você pretende pintar. Isso inclui calcular a área total que será coberta pela tinta. Meça a altura e a largura das paredes ou da superfície em questão. Lembre-se de que em algumas situações, como tetos inclinados ou áreas com muitos recortes, pode ser necessário um cálculo mais preciso.

Sala de estar com meia parede rosa, aparador de madeira e cristaleira.
Projeto de Sertão Arquitetos.Guilherme Pucci/Casa.com.br

Passo 2: Considere a porosidade e textura da superfície

A porosidade e a textura da superfície podem afetar significativamente a quantidade de tinta necessária. Superfícies mais porosas, como concreto, podem exigir mais tinta do que superfícies mais lisas. Considere essa característica ao fazer seus cálculos.

Passo 3: Meça a área a ser pintada:

Antes de mais nada, você precisa saber quantos metros quadrados tem o ambiente que deseja pintar. Para isso:

  • Meça a altura e a largura de cada parede.
  • Multiplique a altura pela largura para obter a área de cada parede.
  • Some todas as áreas para obter a área total a ser pintada.
  • Lembre-se de descontar as áreas das portas e janelas.
Cada parede sala é de uma cor neste apê de 80 m² com dois home offices. Projeto de Mutabile Arquitetura. Na foto, quarto de casal com parede verde escura e poltrona.
Projeto de Mutabile Arquitetura.Leo Lobato/Casa.com.br

Passo 4: Considere a quantidade de demãos:

Normalmente, são necessárias pelo menos duas demãos de tinta para obter um acabamento uniforme. No entanto, se a cor atual da parede for muito mais escura do que a cor que você escolheu, pode ser necessário aplicar uma terceira demão.

Passo 5: Verifique a cobertura por litro da tinta

Cada marca de tinta terá uma cobertura por litro especificada no rótulo do produto. Isso indica quantos metros quadrados uma lata de tinta cobrirá em uma única demão. Para calcular a quantidade de tinta necessária, divida a área total a ser pintada pela cobertura por litro da tinta escolhida.

Continua após a publicidade

Quantidade de Tinta = Área Total / Cobertura por Litro

Projeto de Inovando Arquitetura. Na foto, sala de jantar pequena com mesa de tampo de vidro, cadeiras e parede rosas.
Projeto de Inovando Arquitetura.Gisele Rampazzo/Casa.com.br

Passo 6: Leve em consideração fatores adicionais

Além dos passos mencionados acima, considere fatores adicionais, como a diluição da tinta (caso seja necessária), a perda de tinta durante a aplicação e a reserva de tinta para futuros retoques. Esses fatores podem variar dependendo da sua experiência pessoal e das condições específicas do projeto.

Se sobrar tinta após o projeto, verifique se ela pode ser reciclada ou doada para evitar desperdícios. “É importante escolher a tinta certa para cada ambiente, áreas externas e internas tem necessidades diferentes, devido aos fatores naturais, por exemplo. Além disso, antes de comprar a quantidade total de tinta necessária, faça um teste de cores em uma pequena área para garantir que a cor seja a desejada”, finaliza André.

Continua após a publicidade

Publicidade

©