Quem não gosta de chegar em casa e tomar um banho renovador? Melhor ainda quando é possível mergulhar em um ambiente que permita esquecer os momentos de estresse do dia a dia. Cada vez mais, os projetos de arquitetura e interiores têm investido nessas sensações únicas, com o intuito de transformar o banheiro numa espécie de refúgio particular.

Apartamento de 200 m² é reformado para a chegada do novo bebê da família. Projeto de Priscila Comodaro. Na foto, banheiro com espelho redondo e gabinete ripado.
Projeto de Priscila Comodaro.Vitor Guilherme/Casa.com.br

Por isso, seja em cômodos do tipo spa, ou mesmo os convencionais, de metragens amplas ou até as mais enxutas, os arquitetos Priscila e Bernardo Tressino, do escritório PB Arquitetura – com bastante experiência no tema! – compartilham algumas dicas importantes para acertar na reforma desse espaço. Confira!

Cubas e bancadas

Banheiros: dicas para renovar cubas, bancada, metais, piso e rejuntamento. Projeto de PB Arquitetura. Na foto,
<span class=”hidden”>–</span>Henrique Ribeiro/Casa.com.br

Cuba de embutir, de encaixe, de sobrepor, de apoio, esculpida na pedra … São tantas as opções que, muitas vezes, os clientes têm dúvidas para escolher o melhor modelo. Por isso, esse acaba sendo um dos pontos mais sensíveis no projeto de banheiros.

“Devemos sempre levar em conta a altura desses elementos na bancada. O topo das pias deve ficar com, no máximo, 90cm de altura, o que necessariamente quer dizer que a base de pedra de uma bancada, com cuba de apoio, deve ser mais baixa para que a peça alcance esta medida total”, orienta Priscila. “Já no caso de uma cuba embutida, a pedra deve ser instalada na altura máxima, pois a louça não ultrapassará o limite”, completa.

Banheira

Banheiros: dicas para renovar cubas, bancada, metais, piso e rejuntamento. Projeto de PB Arquitetura. Na foto, banheiro com revestimento marmorizado e banheira solta, banheiro com marcenaria branca com box de vidro.
O banheiro recebeu revestimentos claros, escolha que garantiu uma atmosfera leve e sofisticada ao ambiente. É importante combinar os elementos de forma que criem uma harmonia visual. Projeto de PB Arquitetura.Henrique Ribeiro/Casa.com.br

Todo mundo tem o sonho de ter um spa relaxante em casa. No entanto, no caso da escolha da banheira, é necessário ficar de olho nas dimensões do cômodo para que a peça escolhida não torne o ambiente apertado. Além disso, é necessário verificar se a estrutura da laje comporta o peso de uma banheira repleta de água.

Dois apartamentos unidos criam casa de praia para a família em 370 m². Projeto de Maria Augusta Bittencourt, Na foto, banheiro com banheira e revestimentos brancos.
Projeto de Maria Augusta Bittencourt.Giovanna Gonçalves/Casa.com.br

Em média, as banheiras pequenas do mercado apresentam medidas de 1,20m x 0,80m (comprimento x largura), mas há diversos outros tamanhos e modelos disponíveis, como as duplas, que são bem mais espaçosas e perfeitas para os momentos de relaxamento de um casal.

Continua após a publicidade

“O ideal é conversar com o arquiteto ou engenheiro responsável pelo projeto, pois ele indicará a melhor proporção de acordo com o espaço, além de verificar as questões de segurança”, afirma Bernardo.

Metais

Banheiros: dicas para renovar cubas, bancada, metais, piso e rejuntamento. Projeto de PB Arquitetura. Na foto,
Projeto de PB Arquitetura.Henrique Ribeiro/Casa.com.br

Os metais estão divididos em torneiras, com a presença apenas de um registro para a água fria; os misturadores, que apresentam dois válvulas – uma para água quente e outra para a fria; e o monocomando, que com apenas uma alavanca permite a regulagem da temperatura da água.

Essa escolha vai depender, principalmente, se a instalação hidráulica dispõe (ou não) de água quente disponível, além da área da bancada e do local de instalação, que pode ser na pedra, na cuba ou na parede. Existem ainda mais modelos modernos que derivam do teto ou do piso.

Projeto de Tatu Arquitetura. Na foto, lavabo com cuba esculpida e metais dourados.
Projeto de Tatu Arquitetura.Thiago Travesso/Casa.com.br

“Os metais devem ter a saída de água cerca de 10 a 15cm acima da cuba. Assim, os modelos de bica alta são recomendados para as cubas de apoio e, de bica baixa, em cubas de embutir, que podem ser instaladas na mesa ou em cubas esculpidas”, afirmam.

Qual cor escolher?

Reforma em apê de 140m² transforma banheiro em biblioteca de home office. Projeto de Blaia e Moura Arquitetos. Na foto, banheiro neutro com cuba dupla e armários espelhados.
Projeto de Blaia e Moura Arquitetos.Gisele Rampazzo/Casa.com.br

Falando nisso, também é preciso estabelecer as cores para torneiras, misturadores, chuveiros, duchas, registros, toalheiros e outros acessórios em metal. “A escolha do metal colorido faz relação direta com o estilo do ambiente. Essas peças representam um ponto de destaque, por isso é bom ficar atento. Se o objetivo for deixar a atenção focada em outros elementos, como um revestimento, a orientação é utilizar metais com acabamento cromado” recomenda Bernardo Tressino.

Continua após a publicidade

Casa de casal de 70 anos apaixonado por samba inspira-se na brasilidade. Projeto de Ana Cano. Na foto,
Projeto de Ana Cano.Luiza Schreier/Casa.com.br

“Porém, se a ideia for uma decoração geral, mais neutra e leve no cômodo, então é possível optar por metais de tonalidades como dourada, rose ou preta”, adiciona Priscila.

Piso e rejuntamento

Papel de parede floral e toques de azul dão ar cozy à este apê de 200m². Projeto de Ana Cano. Na foto, banheiro com azulejos cinzas.
Projeto de Ana Cano.Gustavo Bresciane/Casa.com.br

Por se tratar de uma área molhada, o melhor acabamento para o piso é o acetinado, de forma a mitigar riscos de escorregões e acidentes. O rejunte, preferencialmente, deve ser o acrílico, pois é mais resistente à umidade e manchas. Na hora de escolher a cor, a dica é buscar uma tonalidade mais próxima possível da cor do revestimento, contribuindo para a leveza visual.

Projeto de Adriana Bersou. Na foto, banheiro com piso de ladrilhos e parede de azulejos brancos e azuis.
Projeto de Adriana Bersou.Fernando Crescenti/Casa.com.br

Com relação às paredes, não é uma regra realizar o revestimento de todas. “Podemos investir no revestimento aplicado apenas nas paredes internas do box, inclusive, com algum tipo de acabamento diferente para um toque decorativo”, aconselha Bernardo.

Iluminação

Banheiros: dicas para renovar cubas, bancada, metais, piso e rejuntamento. Projeto de PB Arquitetura. Na foto, banheiro com revestimento marmorizado e espelho iluminado com led.
<span class=”hidden”>–</span>Henrique Ribeiro/Casa.com.br

A iluminação deve ser bem distribuída e, de preferência, com a temperatura de cor branco neutro (4000K). Em pontos específicos como espelhos, empregados para maquiagem ou barbear, é interessante contar com uma arandela ou outra fonte de iluminação frontal e difusa que não gere regiões de sombra.

Continua após a publicidade

Projeto de Escala Arquitetura. Na foto, banheiro com bancada branca, box iluminado com nichos.
Projeto de Escala Arquitetura.Produção visual: Andrea Falchi/Fotos: André Nazareth/Casa.com.br

Uma dica para criar um ambiente mais relaxante é aplicar a cromoterapia dentro do box ou próximo da banheira. Existem luminárias (e até mesmo duchas), como luzes de led integradas e com variações de cores, como as do tipo RGB.

Box

Banheiros: dicas para renovar cubas, bancada, metais, piso e rejuntamento. Projeto de PB Arquitetura. Na foto, banheiro com revestimento marmorizado e box com nicho.
O grande nicho aberto na parede propicia praticidade para acessar os produtos de higiene pessoal durante o banho. Projeto de PB ArquiteturaHenrique Ribeiro/Casa.com.br

O vidro do box deve ser temperado para assegurar mais segurança em possíveis acidentes. Também é importante criar uma harmonia entre as ferragens do box com as cores dos metais, como citado acima. “Se a escolha for por uma torneira preta, os acessórios, registros, ducha, corrediças e puxadores do box precisam acompanhar o estilo”, relata Priscila.

Apê ganha cimento queimado, tijolos, ladrilho hidráulico e painel verde. Projeto de Fernanda Dabbu Arquitetura. Na foto, banheiro com gabinete ripado.
Projeto de Fernanda Dabbu Arquitetura.Fernando Crescenti/Casa.com.br

A aplicação de acessórios inclui mais conforto no uso do banheiro e entre eles estão os ganchos, toalheiro e papeleiras, que devem ser posicionados sempre próximos ao local de utilização.

Em média, as medidas para os elementos do box são as seguintes: ganchos (1,50m de altura), toalheiro (1,20m de altura) e papeleira (65cm de altura e distante 30cm, no máximo, da bacia sanitária). No entanto, caso se trate de moradores com estatura fora do padrão, é possível indicado realizar um projeto personalizado.

Bem-Estar

Banheiros: dicas para renovar cubas, bancada, metais, piso e rejuntamento. Projeto de PB Arquitetura. Na foto, banheiro com aromatizador e penteadeira com cadeira de plástico transparente.
Projeto de PB Arquitetura.Henrique Ribeiro/Casa.com.br

Além das luzes especiais, apostar em sais de banho, aromatizadores, pedras, cristais, plantas, a maciez de toalhas felpudas e itens feitos com materiais naturais, entre outros elementos decorativos, são ótimas pedidas para tornar o ambiente ainda mais leve. O propósito é sempre conceber uma ambientação para que os moradores se desliguem um pouco do mundo lá fora.

Continua após a publicidade

Publicidade

©