Qual o segredo de um apartamento espaçoso? Muitas vezes essa reposta não está relacionada à área útil propriamente dita, mas sim à distribuição inteligente dos cômodos, de maneira que a distribuição dos ambientes e das funções respondam às expectativas dos proprietários.

Projeto de Pietro Terlizzi. Na foto, sala de estar integrada com tapete azul, sofá ilha cinza.
<span class=”hidden”>–</span>Guilherme Pucci/Casa.com.br

Foi justamente com esse desejo que o casal de moradores, com sua pequena filha, procurou o arquiteto Pietro Terlizzi, à frente do escritório que leva seu nome, para reformar a arquitetura de interiores do imóvel com 187 m².

Com estilo contemporâneo, o projeto traz marcenaria e móveis soltos para compor a atmosfera atemporal. A paleta de cores, que destaca neutralidade da madeira e nuances de cinza e azul, completando o projeto.

Cozinha

Projeto de Pietro Terlizzi. Na foto, cozinha integrada com piso de porcelanato, marcenaria cinza e parede de azulejos azuis.
Com uma generosa bancada de pedra, que se estendeu ao longo de 7 m, a integração entre a cozinha e a varanda se tornou um convite à vivência cotidiana e momentos especiais. Alinhada ao fechamento de vidro do imóvel, uma pequena horta garante ervas naturais e frescas durante a cocção dos pratos.Guilherme Pucci/Casa.com.br

Ao expandir os limites da cozinha para a área onde originalmente estava uma das varandas do imóvel, a bancada em neolith envolve o fogão e um espaço generoso para manusear os alimentos e os equipamentos de cozinha. A marcenaria também não deixa nada a dever com os amplos armários na parte inferior da bancada e na estrutura que envolve a geladeira e a torre quente.

Projeto de Pietro Terlizzi. Na foto, varanda integrada com cozinha com cristaleira, mesa para refeições, piso de porcelanato e parede de azulejos azuis.
Com a integração magistral dos ambientes, na área da cozinha o arquiteto Pietro Terlizzi incluiu a sala de almoço que se destaca com as cadeiras azuis (e costas amarelas) do designer Fernando Jaeger.Guilherme Pucci/Casa.com.br
Continua após a publicidade

“Essa circulação profusa é um convite para que as pessoas vivam esse clima agradável da cozinha”, enfatiza o profissional. No aproveitamento do layout, também foi possível incluir uma sala de almoço, com a mesa que parte do grande nicho central dos armários, e uma cristaleira de encher os olhos.

Área social

Projeto de Pietro Terlizzi. Na foto, sala de estar integrada com tapete azul, sofá ilha cinza.
<span class=”hidden”>–</span>Guilherme Pucci/Casa.com.br

O sofá ilha foi o elemento fundamental para compartimentar e explorar a sala em dois momentos: de um lado, um living voltado para a convivência e o prazer de recepcionar os convidados e, do outro, a face do móvel é voltada para uma marcenaria que explora toda a parede com o rack, painel de TV e nichos que acolheram uma criteriosa seleção de objetos decorativos e a adega climatizada.

Para delinear a proposta decorativa, os tapetes, em suas versões liso e listrado, foram responsáveis por marcar e desenhar os ‘limites’ imaginários de cada espaço.

Projeto de Pietro Terlizzi. Na foto, sala de jantar com mesa de madeira e bancada de madeira suspensa na lateral.
<span class=”hidden”>–</span>Guilherme Pucci/Casa.com.br

Na sala de jantar, o amadeirado leve dá o tom com a formatação do mobiliário. Ao protagonizar o ambiente, a generosa mesa de madeira é acompanhada por 8 cadeiras que ressaltam a naturalidade da palhinha empregada na confecção do encosto.

Continua após a publicidade

Projeto de Pietro Terlizzi. Na foto, sala de jantar com mesa de madeira e bancada de madeira suspensa na lateral.
Idealizado pelo arquiteto Pietro Terlizzi, a porta diagonal composta por serralheria e vidro possibilitou uma otimização e um ganho maior de espaço para a sala de almoço dentro da própria cozinha, tornando-a linear e generosa.Guilherme Pucci/Casa.com.br

Próxima à entrada, um banco de madeira – com nichos e baú para acomodar os sapatos -, e um gracioso painel com penduradores adornam o espaço que acolhe os itens pessoais dos moradores e seus visitantes.

Projeto de Pietro Terlizzi. Na foto, varanda integrada gourmet com mesa de madeira e churrasqueira.
<span class=”hidden”>–</span>Guilherme Pucci/Casa.com.br

Com a felicidade de ter não apenas uma – mas sim duas varandas! –, ao lado da sala o casal tem à disposição a sua estrutura de varanda gourmet. No espaço, a bancada em ‘L’, complementada por uma marcenaria bem otimizada, recebe a distribuição que compreende a churrasqueira, a pia e uma área de suporte e manuseio dos alimentos.

Projeto de Pietro Terlizzi. Na foto, varanda integrada gourmet com mesa de madeira e churrasqueira.
<span class=”hidden”>–</span>Guilherme Pucci/Casa.com.br
Continua após a publicidade

A percepção de um clima mais campestre é facilmente notada por meio do piso de cerâmico lepri e o estilo da mesa com as cadeiras. “No limite entre a área de varanda e o estar, permanecemos com a estrutura das portas de correr que designam aos moradores a decisão de mantê-la fechada ou aberta, como um convite à circulação”, explana o arquiteto Pietro Terlizzi.

Área íntima

Projeto de Pietro Terlizzi. Na foto, quarto com cabeceira estofada, tapete e cama de casal.
<span class=”hidden”>–</span>Guilherme Pucci/Casa.com.br

No quarto do casal, Pietro trabalhou com a harmonia de elementos com suas características distintas: a marcenaria com o estofado da cabeceira e a parede em ‘L’ que mescla a estética do tijolinho branco e uma faixa superior com o visual de cimento queimado, com exceção do lado onde está a esquadria, que recebeu uma espécie de envelopamento de madeira, criando uma barreira extra contra o frio.

Projeto de Pietro Terlizzi. Na foto, banheiro com marcenaria cinza e revestimento de porcelanato no padrão cimento queimado.
<span class=”hidden”>–</span>Guilherme Pucci/Casa.com.br

Com dimensões generosas, o banheiro do casal deixa evidente a atenção com o conforto: além das duas cubas embutidas dispostas na espaçosa bancada, o box piso-teto é um convite ao relaxamento e o bem-estar térmico, principalmente nos dias mais frios, uma vez que retém o vapor.

Projeto de Pietro Terlizzi. Na foto, quarto infantil com parede rosa, cama e bancada de estudos.
<span class=”hidden”>–</span>Guilherme Pucci/Casa.com.br
Continua após a publicidade

Seguindo a paleta do rosa, o tom pastel acompanha a pintura das paredes e detalhes dos móveis, como a bancada de estudos e lição de casa. Em frente à cama, o charme da marcenaria com nichos guarda os seus brinquedos, mas no futuro está pronto para receber novos livros e objetos que refletirão seus gostos e o crescimento.

Projeto de Pietro Terlizzi. Na foto, home office duplo com bancada de madeira em quarto de hóspedes com sofá cama.
<span class=”hidden”>–</span>Guilherme Pucci/Casa.com.br

Na versatilidade que o arquiteto Pietro Terlizzi atribui aos projetos, o quarto de hóspedes ganhou uma atribuição constante na rotina familiar: o home office com espaço de sobra para o casal trabalhar juntos.

Projeto de Pietro Terlizzi. Na foto, home office duplo com bancada de madeira em quarto de hóspedes com sofá cama.
<span class=”hidden”>–</span>Guilherme Pucci/Casa.com.br

Acompanhando a marcenaria do guarda-roupa, a base da mesa se expande de ponta a ponta e, além do armário de rodinhas, os nichos suspensos de serralheria oferecem espaço de armazenamento para os dois. E onde acomodar um visitante? No sofá-cama disposto no recuo do dormitório.

©