Os mobiliários urbanos estão cada vez mais em voga e ganhando um tratamento personalizado quanto ao seu design e sua integração com a natureza, em uma busca fundamental para deixar as cidades mais interligadas com a natureza. Em primeiro plano na imagem, o banco Bromélia, criado pelos arquitetos Felipe Stracci e Luciana Pitombo, do Plantar Ideias.Acervo Plantar Ideias/Casa.com.br

Muitas vezes, devido a rotinas progressivamente mais aceleradas e cheias de compromissos, passamos muito tempo fora de casa, principalmente em grandes cidades. Com a urbanização avançando, o Brasil caminha para que cada vez mais a população esteja inserida nessa realidade e viva a cidade como uma extensão de casa. Segundo uma pesquisa do MapBiomas, feita através da análise e captação de imagens entre 1985 até 2020, a expansão urbana no país cresceu cerca de 1,97% por ano, superando o crescimento da população e se expandindo em um padrão irregular, com carências essenciais para os indivíduos.

Entre tantas medidas que podem ser tomadas para que os cidadãos se sintam melhores ao se locomover pela cidade, a arquitetura e o urbanismo vem desenvolvendo e estudando, há tempos, os mobiliários urbanos e sua participação na infraestrutura urbana.

Mas, afinal o que são mobiliários urbanos?

O termo é bastante abrangente e faz referência, principalmente, aos móveis e elementos que fazem parte da cidade, estando acoplados ao funcionamento do município e sua relação com as pessoas. É importante salientar que esses mobiliários estão à serviço da população e deixam o dia a dia mais prático e seguro.

Bancos feitos de tocos de árvore completam o paisagismo assinado pelo Plantar Ideias.Arthur Sayeg/Casa.com.br

Autores do projeto de intervenção e revitalização do Ibirapuera, o parque mais tradicional da capital paulista, o Plantar Ideias desenvolveu o projeto de um restaurante em pleno parque e, na entrada do estabelecimento, que fica próximo ao Portão 5 do parque, o visitante é recebido pelo paisagismo que se conecta com a proposta do local, com bancos feitos de tocos de árvore. Além disso, um cachorródromo está em planejamento, assim como outras instalações dentro do parque.

Nesta área externa de um shopping na zona leste de São Paulo, os mobiliários externos dão todo o suporte para que os visitantes se sintam confortáveis e em contato com a natureza, unindo uma arquibancada e um jardim em um ponto de encontro e de convivência.Brmalls/Casa.com.br

Os shopping centers, que se tornaram parte da paisagem urbana, estão cada vez mais integrados com as necessidades diárias das pessoas, com mercados, bancos e até atendimento médico! Por isso, pensar neles como uma parte urbanística se torna essencial para a infraestrutura da cidade.

Os móveis hexagonais, projetados pelo Plantar Ideia, compõem um estilo único ao ambiente externo.Brmalls/Casa.com.br
Continua após a publicidade

Neste projeto para o rooftop de um hotel, em São Paulo, os mobiliários são soltos e dão harmonia ao jardim tropical na cobertura, que ganhou palmeiras e plantas tropicais para adornar o skyline que o hotel possui. Os móveis hexagonais, projetados pelo Plantar Ideia, compõem um estilo único ao ambiente externo, combinando com o hexágono dos pisos pré-fabricados que revestem o espaço.

Um futuro sustentável

Uma das preocupações recorrentes dos profissionais da área da arquitetura e do urbanismo é desenvolver cidades mais sustentáveis e amigáveis com o meio ambiente, reduzindo resíduos, desperdícios e integrando cada vez mais os indivíduos e a natureza. Nesse contexto, o paisagismo e os mobiliários urbanos formam uma dupla essencial para pensar em propostas e entregar soluções ao público.

Revitalização do Parque Dois Irmãos. Projeto do Plantar Ideias.Projeto ilustrativo e referencial realizado pela Plantar Ideias/Casa.com.br

Um dos projetos atuais da Plantar Ideias é a revitalização do Parque Dois Irmãos, em Pernambuco, onde novas experiências ao público serão proporcionadas, transformando a instalação em um Bioparque: um local de encontro, integração, respeito à natureza, pesquisa científica e contemplação. O projeto contará com inúmeros mobiliários para o bem-estar dos visitantes, como deques e bancos estilizados e confortáveis.

Projeto ilustrativo e referencial realizado pela Plantar Ideias,Divulgação/Casa.com.br

As novas ideias e projeções para o futuro das cidades não incluem somente o bem-estar das pessoas, mas também priorizam a natureza, evitando o desmatamento e a destruição de ecossistemas. Dessa maneira, a arquitetura e o urbanismo se debruçam sobre o paisagismo e a sustentabilidade para criar ambientes que reforcem o protagonismo da natureza e sua importância.

Confira alguns mobiliários ideais para espaços coletivos e ambientes externos:

<p>A importância do mobiliário urbano para o bem-estar da população</p> Julia RibeiroCasa.com.br
<p>A importância do mobiliário urbano para o bem-estar da população</p> Julia RibeiroCasa.com.br
A importância do mobiliário urbano para o bem-estar da população Julia RibeiroCasa.com.br
A importância do mobiliário urbano para o bem-estar da população Julia RibeiroCasa.com.br
Continua após a publicidade

©