A falta de luz natural é um dos principais fatores que desencorajam jardineiros. Porém, existem plantas e flores que prosperam na sombra, então mesmo os cantinhos mais esquecidos da sua casa podem ganhar um toque de vida!

Não conhece nenhuma? Relaxa! A paisagista Renata Guastelli apresentou para nós quais espécies são boas para locais escuros. “Essas plantas se adaptaram a ambientes com pouca luz e podem sobreviver sem exposição direta ao sol. No entanto, elas ainda precisam de alguns cuidados básicos para se manterem saudáveis e bonitas”.

Sala de estar com estante, sofá azul e plantas suspensas.
Projeto de Sertão Arquitetos.Guilherme Pucci/Casa.com.br

Como cuidar das plantas que gostam de sombra

  • Regue as plantas com moderação, evitando encharcar o solo ou deixar a água acumular no prato. A umidade excessiva pode favorecer o aparecimento de fungos e bactérias que prejudicam as plantas.
  • Limpe as folhas das plantas com um pano úmido, removendo a poeira e outras impurezas que podem obstruir os poros e dificultar a respiração das plantas.
  • Pode as plantas sempre que necessário, eliminando as folhas secas, amareladas ou danificadas. Isso ajuda a manter a forma e a saúde das plantas, estimulando o seu crescimento.
  • Mantenha as plantas em locais arejados, mas protegidos de correntes de ar frio ou quente. As variações bruscas de temperatura podem causar estresse e enfraquecimento das plantas.

Veja abaixo 4 tipos de plantas adequadas para situações com baixa claridade bem como dicas de cuidados:

Samambaia

Para montar este jardim vertical, bastou uma placa de fibra de coco em um requadro de madeira. além de samambaia (nephrolepis polypodium), os vasinhos receberam mudas de flores que, em breve, levarão cor à varanda: brincos-de-princesa rosa e lilás (fuchsia corymbiflora) e gerânios vermelhos (pelargonium hortorum). Além de permitir o uso do espaço o ano inteiro, o fechamento com vidro protege a vegetação dos fortes ventos que acometem as sacadas de andares altos.
Para montar este jardim vertical, bastou uma placa de fibra de coco em um requadro de madeira. além de samambaia (nephrolepis polypodium), os vasinhos receberam mudas de flores que, em breve, levarão cor à varanda: brincos-de-princesa rosa e lilás (fuchsia corymbiflora) e gerânios vermelhos (pelargonium hortorum).Marco Antonio/Minha Casa

Marca registrada da casa da vó, as samambaias não precisam de muita luz para prosperar. Mantenha sua planta com o solo úmido porém não encharcado. Antigamente, as samambaias eram cultivadas em xaxim, porém, como esta espécie entrou em risco de extinção, a industrialização e comercialização foram proibidas. Hoje, planta-se samambaias com fibras de coco.

Continua após a publicidade

Violeta Africana

Violeta africana
<span class=”hidden”>–</span>Wildfeuer/Wikimedia Commons

Delicada, as violetinhas vão ser felizes em um local mais escuro, já que a incidência solar direta pode queimar suas folhas. Uma dica na hora de cuidar da sua é não regar as folhas e sim a base da planta, evitando mofo.

Lírio da Paz

Lirio da Paz
<span class=”hidden”>–</span>Maria Eliz/Unsplash

Por serem plantas tropicais, os lírios da paz estão acostumados com o clima das florestas, onde não há muita incidência solar direta. Cuidado com crianças e pets, contudo, já que a espécie é tóxica.

Orquídeas

Flor de orquídea rosa no sol
<span class=”hidden”>–</span>Rae Galatas-Unsplash/CicloVivo

Talvez uma das flores mais populares no Brasil, as orquídeas não precisam de muita luz para sobreviver. São flores que gostam de bastante água, mas é importante não encharcá-las, então use um vaso com furos de drenagem.

 

 

Publicidade

©