A edição de setembro da Maison & Objet acontece totalmente online em 2020. Os produtos são apresentados em um organizado catálogo Online, no qual influencers, jornalistas, designers e vendedores têm navegado avidamente para descobrir novidades. Nos talks, apresentados na plataforma Zoom, é possível encontrar algumas pistas do que move os lançamentos. Selecionei algumas dela citadas por especialistas nos primeiros dias de evento e dei uma fuçada no site também para sondar o que mais aparece:

Novo tradicional

Esse regaste da produção artesanal não é nova e, nos últimos anos, vem se traduzindo em diversos formatos. Nesta edição, particularmente, chama a atenção a quantidade de empresas que trabalha o tecido natural, com tingimento feito à mão, motivos tribais (e, muitas vezes, produção em conjunto com pequenas comunidades), franjas, pompons, cerâmica artesanal e, acima de tudo, listras.

O desejo de purificação e de reconexão aparece em objetos que remetem a rituais sacralizados (da distribuição das hóstias a oferendas em geral) e móveis que lembram pedestais ou pias batismais. Além disso, os materiais passam por uma reinterpretação, suavizam-se e dão espaço para o etéreo – microtendência que foi chamada de Austeridade Poética.

Marcia-Carini-Maison9(reproduçãoMarcia Carini)
Marcia-Carini-Maison8(reproduçãoMarcia Carini)
Marcia-Carini-Maison7(reproduçãoMarcia Carini)
Marcia-Carini-Maison6(reproduçãoMarcia Carini)

Para ler este conteúdo completo e conhecer as outras tendências, acesse o blog da Marcia Carini!

 

©











Loading...