A Sala Íntima do Hóspede, de Tatiana Lopes e Tatiana Pessoa Mendes./

Verdes, terrosos, rosas, azuis. Vibrantes ou opacos. Dourados. Pretos e brancos. São muitos os tons dessa CASACOR Rio, mas todos foram determinados pela paleta de cores da casa principal – um palacete citadino que ocupa cerca de 2.500 m² no enorme terreno de 12 mil m² cercado pelo verde da Mata Atlântica. Com tantas fontes para se inspirar, o elenco – formado por 57 profissionais entre arquitetos, designers de interiores e paisagistas, soltou a imaginação. Foram mais de 1.700 litros de tinta usados nos 38 ambientes e cerca de 60 cores diferentes.

“É uma paleta de cores que se impõe. E os arquitetos trabalharam várias nuances dentro dessa paleta. Então, o público vai ver uma CASACOR bem colorida em que até o branco, e seus muitos tons, aparece” conta Patricia Quentel, sócia-diretora da mostra.

Ricardo Portilho – Jardim do Café. A diversidade natural carioca, com suas muitas cores e texturas, dá o tom no ambiente em que predomina um lindo bambuzal revitalizado para a mostra. A vegetação exuberante da casa foi preservada e ganhou a companhia de outras espécies tropicais da Mata Atlântica. Peças de arte como uma escultura de Christina Motta e um banco revestido com azulejos de Noel Marinho completam o jardim.André Nazareth

Tons naturais

Os tons terrosos, verdes e beges estão entre os mais usados. Assim como as texturas de pedras naturais, argila, tijolo, madeira. No Jardim do Café, de Ricardo Portilho, as cores naturais dos bambuzais parecem pular para o banco criado pelo Estúdio Design Noel Marinho, com azulejos desenhados pelo mestre do modernismo.

Casa UP, por UP3 Arquitetura./

Na Casa UP para Metalmarco, pensada para se integrar ao jardim do entorno, os tons naturais estão por toda a parte: do verde do aconchegante sofá ao terracota da roupa de cama.

Rosas

A cor da fachada da casa principal aparece em diferentes tonalidades pelos ambientes. O original – Terra de Fogo, das Tintas Coral – pode ser visto de pertinho em diversos espaços como a Varanda do Casal, decorada pela paisagista Anna Luiza Rothier; o Chá Bar, de Roberta Nicolau; ou o Casa Bistrô, de Maurício Nóbrega.

A Varanda do Casal, por Anna Luiza Rothier./

Mas há também o rosé gold usado no ambiente Essência dos Aromas, de Kilze Ney Guimarães e um rosa pastel que aparece na Sala Íntima do Hóspede, criação de Tatiana Lopes e Tatiana Pessoa Mendes.

Veja tudo sobre a CASACOR Rio de Janeiro 2021 no site da CASACOR!

©











Loading...