Como já sabemos, na decoração e design tudo é importante. É preciso buscar o equilíbrio e a harmonia em cada detalhe e não podia ser diferente com as mesas (ou cômodas) de cabeceira. Como escolher a mesa de cabeceira que combine bem com a decoração do quarto e, claro, tenha a melhor funcionalidade?

Vou mostrar e explicar aqui com alguns exemplos – porque imagens são bastante esclarecedoras, não é mesmo?

Como escolher a mesa de cabeceira?

quarto com espelhos nas laterais da cabeceira - Como escolher a mesa de cabeceira

Já comentei que, se você quer colocar um espelho na cabeceira, esta é uma das melhores posições.

Neste quarto optou-se por um revestimento espelhado na cômoda de cabeceira, o que a diminui visualmente – fazendo-a “pesar” menos no conjunto – e mantêm a continuidade do espelho.

É uma bela solução, que dá leveza e só tem como problema o perigo de um acidente com o espelho. Use uma boa iluminação e cômoda não muito profunda.

Quarto com espelho na cabeceira
Foto: CasaeJardim

Nesse quarto, com o espelho na horizontal, a cômoda também quase “some” já que segue o fundo escuro da cabeceira. Percebe como temos o mesmo efeito de continuidade e também maior leveza, pois parece que ela não tem volume?

Uma coisa importante na mesa de cabeceira é a sua altura: O ideal é que ela esteja na mesma altura da parte superior do colchão, mais ou menos uns 10 cm, como essas acima.

Quarto em cinza e rosa
Foto: theinspiredroom

Quando ela é muito baixa em relação à altura do colchão é desconfortável e insegura. Nem vou falar das flores porque isso é só para a foto ficar mais bonita.

Quarto romântico branco e azul
Foto: mintyinspirations

E quando a mesa de cabeceira é muito alta também causa desconforto! Para quem tem problemas de coluna é um perigo.

Quarto com painel de madeira e cama baixa
Foto: Home-designing

Atenção que estou falando da altura do colchão… Se a cama é baixa, como aqui, as mesinhas de cabeceira também devem ser!

Quarto com teto rosa
Foto: Biancogres

A distância da mesa de cabeceira e o seu equilíbrio também são pontos de atenção. Se estiver muito distante da cama, a mesa não vai ser útil quando você estiver deitada(o) e se torna perigosa.

A mesinha da foto acima está distante da cama, o que pode ser facilmente resolvido, mas é baixa demais e seu design não oferece muito equilíbrio (Eu sei! Tenho uma igual!).. Isso é bastante perigoso para uma mesa de cabeceira. Evite!

Quarto com tijolinho e lambri

Mesas diferentes podem ser muito interessantes: Se um lado tem mais espaço que o outro, se um dos usuários gosta de ter mais coisas na mesinha, se você acha chato aquelas mesas iguais… Não tem problema! Só escolha bem:

O ideal é que elas tenham algo em comum, como o material ou a cor. E que também não tenham alturas muito diferentes (até porque ao menos uma delas estará com altura incorreta).

Quarto cinza assimétrico com espelho

Este quarto é totalmente assimétrico e por isso, interessante.

A mesa da direita é redonda, um pouco mais baixa e de madeira clara, que parece existir em outros pontos no quarto.

Uma mesinha quadrada em cinza seria uma boa opção, mas diminuiria a ideia de assimetria que parece ser um conceito importante na decoração do quarto.

Eu não usaria vasos quebráveis em mesa tão pequena e acho que, por uma questão de funcionalidade, mesas devem sempre ter algum espaço vazio.

Quarto em cores neutras clássico
Foto: CasaAbril

Quando o conjunto cama / cabeceira / parede é “leve” visualmente, como o acima, mesas de cabeceira mais “pesadas” equilibram o conjunto. Essa foto mostra mesmo como escolher a mesa de cabeceira perfeita, viu?

quarto simples em madeira e cinza
Foto: Tresstudio

Neste quarto foi tentado algum equilíbrio colocando o conjunto de quadros acima da mesa de cabeceira, o que aumenta o peso visual do conjunto lateral – já que tanto cama e cabeceira como a mesinha são muito “leves”. No outro lado, um vaso de flores também tem esse objetivo.

Não é que seja “errado” ter todo o conjunto “leve”. O minimalismo, por exemplo, usa isso. Mas estou falando aqui do conceito de equilíbrio e da sensação de espaços vazios e cheios no ambiente.

Quarto grande em cores neutras e azul
Foto: contemporist

Já quando a cama e/ou cabeceira e/ou parede são mais robustas ou chamam mais a atenção, a mesa de cabeceira pode ser menor ou mais discreta, visualmente “leve” (o que não significa pequena).

Na foto acima dá para entender melhor essa ideia: A mesinha branca na esquerda tem design delicado, cor branca como a parede e pés que repetem visualmente as linhas verticais da parede.

Já a mesinha da direita é preta e “pesada”. O conjunto todo fica desequilibrado e meio estranho, você percebe?

Não é preciso que as mesas sejam iguais, mas elas devem ajudar no equilíbrio do conjunto (e ter algo em comum também, como já disse acima).

Quarto pequeno em cores neutras
Foto: terra

Nesse quarto 2 mesas de cabeceira que parecem pertencer a quartos diferentes:

O estilo despojado e romântico da mesa vermelha redonda com um vaso simples de flores não combina com o tom clássico da cama e cabeceira e eles todos não tem ponto em comum com o grande abajur dourado na mesa da esquerda, que sozinha, combina com a decoração perfeitamente.

Essa é outra questão importante: O que se coloca sobre a mesa de cabeceira? Nesse caso, além de ser um objeto estranho no quarto, com esse estilo e cor, o abajur parece um pouco alto para a altura da mesa.

Não adianta saber como escolher a mesa de cabeceira e se perder ao colocar acessórios e objetos nela…

mesas de cabeceiras

Portanto, pense em harmonia de conjunto, proporção, variedade e funcionalidade e evite mesas entulhadas de objetos e coisas que podem se quebrar em uma noite de sono mais movimentado.

Dúvidas sobre Como escolher a mesa de cabeceira? Escreve aí nos comentários que eu respondo, ok?

©