Uma combinação harmoniosa de plantas faz uma diferença enorme, não importa o tamanho do seu canto verde. Mas realizá-la não é uma atividade simples. Vou lhe dar aqui algumas dicas de como combinar plantas no jardim ou varanda.

Como combinar plantas no jardim ou varanda

O mais importante: As plantas devem ter as mesmas necessidades

Algo errado vai acontecer se você tentar plantar juntas (seja no mesmo vaso ou canteiro) plantas que tem necessidades de iluminação, terra ou regas diferentes.

vaso de 7 ervas

Veja, por exemplo, os famosos vasos de 7 ervas (em geral, manjericão, alecrim, espada de são Jorge, arruda, guiné, pimenta e comigo ninguém pode). São lindos quando comprados, mas com o tempo e dependendo de onde você o colocou, alguma dessas plantas vai definhar e morrer. E não é sua culpa:

A Comigo ninguém pode e a Guiné são plantas de meia sombra. As demais, são plantas que precisam de luz solar direta por, no mínimo 4 horas diárias. O Alecrim e a Arruda gostam de solos mais arenosos que os demais e a Espada de São Jorge precisa de menos água que as outras. Por isso é muito difícil conseguir que todas as plantas fiquem bem em um mesmo vaso por muito tempo.

Então, antes de pensar em qualquer coisa, pesquise as necessidades das plantas que pensa em colocar juntas.

Todos os canteiros devem seguir o mesmo estilo

Assim como a decoração da casa, para manter uma unidade, deve ter um estilo, o jardim ou varanda devem ser pensados inteiros e não canteiro a canteiro ou vaso a vaso.

canteiros de jardins com tipos diferentes - Como combinar plantas no jardim ou varanda

Um canteiro com linhas retas, estilo jardim árido, com suculentas não combina nada com um canteiro em linhas curvas, com plantas tropicais.

Colocar displicentemente quaisquer plantas ou pensar um canteiro separado do jardim fará você perder muito da beleza e harmonia que poderia conseguir.

Atenção para o porte das plantas

Em canteiros nos cantos (ou nas varandas) as plantas maiores devem ficar no fundo e as menores na frente. Assim todas se mostram da melhor forma. Então, você deve questionar o tamanho que as plantas terão quando adultas para as plantar corretamente.

porte das plantas adultas na varanda
Foto: culturamix

Menores na frente, maiores atrás

O que usar como elemento principal para combinar e como:

Tom sobre tom ou a mesma cor em todo o jardim

Jardins sem flores podem ser muito coloridos, já que temos uma imensidão de verdes nas folhas.

jardim com plantas em verde tom sobre tom
Foto: Decorfacil

Essa combinação de verdes é discreta e muito elegante (aqui temos também belos contrastes entre formatos de folhas).

agave-cinza contrasta com o pano de fundo verde composto por clúsias e zâmias
Foto: Revista Natureza – Alex Sá

Olha como a agave quase cinza e escultural é enfatizada pelas plantas mais escuras no seu entorno!

Grama amendoim e pingo de ouro
Foto: arkpad

O verde escuro da grama amendoim com suas flores amarelas, as Cicas em verde escuro e o contorno (bordadura) em verde claro do pingo de ouro. Você pode compor ao contrário também (a bordadura em grama amendoim).

E você pode também ter um jardim somente com flores de uma certa cor (o que é bem mais difícil e será mais fácil se você tiver uma área de Sol, pois há maior diversidade de plantas de Sol que dão flores).

Jardim com hortensias e buxinho
Foto: Veranda

Hortênsias e buxinhos

Jardins com essas combinações podem ser clássicos, minimalistas ou românticos.

jardim romântico
Foto: CasaAbril

Um jardim romântico com diversas flores em rosa

vasos com flores em cores análogas
Foto: dcorevoce
 

Vasos com flores em diversos tons do rosa ao vermelho

Cores análogas

Lembra do círculo cromático? As cores análogas são aquelas que estão lado a lado no círculo: Usando plantas com as cores do amarelo até vermelho seu jardim colorido e alegre terá tudo a ver com a primavera ou verão.

vasos para jardim com garrafas pet

Quem disse que para ter um jardim com cores análogas você precisa de muito espaço?

Cores Complementares

Esta combinação chama a atenção (as complementares são aquelas que estão frente a frente no círculo cromático, como as duplas vermelho/verde, azul/laranja, amarelo/lilás etc. e eu sugiro não usar em demasia, principalmente em áreas pequenas: Escolha uma área para fazer sua(s) combinação complementar e acrescente muito verde e textura no restante do jardim.

canteiro com cores complementares
Foto: cliquearquitetura

Conjunto de plantas com folhas em cores complementares (beleza nas cores e nas texturas). Coléus são ótimos pois muitos já tem folhas com cores contrastantes.

Texturas

Os jardins que usam texturas para harmonizar são aqueles que apresentam folhas que chamam atenção por serem rugosas, coloridas, cheias de detalhes, que podem ou não ser misturadas com outras bem lisas e simples, por exemplo.

Ainda podemos misturar muitas plantas com folhas em texturas interessantes.

Folhas com texturas e cores omplementares
Foto: thebooandtheboy

Muitas texturas e contrastes de cores são um ponto focal no jardim (maranta e croton).

Formatos

Outro jeito de criar combinações interessantes é usando o formato das plantas ou folhas, como plantas em formato de espada cercadas por outras em formato circular, por exemplo, ou plantas de tamanhos diferentes com o mesmo formato de folhas.

Texturas diversas nas plantas - fitonias, antúrio, clorofito
Foto: Valério Romahn

Aqui as cores, texturas e formatos diferentes fazem um conjunto muito interessante (entre elas fitônia, clorofito, antúrio).

Plantas com formatos de folhas contrastantes
Foto: casatreschic

Para ter um belo jardim é preciso paciência, dedicação, não ter medo de experimentar e amar. Assim como na vida!

Um Natal Feliz para todos vocês e que o novo Ano nos traga paz, saúde, equilíbrio e muita coragem para enfrentar e vencer todos os obstáculos que a vida, vira e mexe, nos coloca.

©