Marcus Wend/dezeen

Quem não gosta de cinema? Só de pensar no cheiro da pipoca quentinha e em assistir um bom filme dá água na boca. Porém, quem frequenta o histórico Blauer Stern localizado em Berlim, na Alemanha, tem uma experiência um pouco diferente.

O projeto do estúdio local Batek Architekten, propôs uma atualização moderna respeitando o passado do edifício, com luzes neon dando destaque às molduras originais, a única característica que restou da antiga construção.

Marcus Wend/dezeen

O saguão existente desde 1870 recebeu mais espaço depois que uma estrutura de vidro e aço, que o separava do corredor, foi derrubada. Sendo assim, a entrada foi transformada em um ambiente acolhedor com bancos longos, curvos, de cor escura e revestidos de veludo; um balcão de metal em ziguezague, padrão clássico com um material moderno, acompanhado por uma bancada em latão quente e elegante para a venda de produtos; e um bar móvel de petiscos. 

Os tons de berinjela e cinza claro nas paredes apresentam um aspecto bicolor, cada um toma dois metros da superfície. Na mesma área, um quadro pendurado informa as cores em destaque no cinema de 435 m², que prioriza o vermelho.

Marcus Wend/dezeen

“No auditório principal, cobrimos as paredes com um tecido colorido cujo padrão foi baseado em uma obra de arte chamada ‘Lange Reise‘ – ‘Long Journey‘ [em inglês e ‘Longa Jornada’ em português] do artista Mechtild van Ahlers, que está pendurada no foyer“, explicou Patrick Batek, o fundador da Batek Architekten – via Dezeen

A mesma paleta foi mantida neste ambiente, assim como a obra de arte foi adaptada para ilustrar o espaço. Formas semelhantes a flores e nuvens flutuam em um fundo azul profundo. Já o teto, as cortinas e corredores permanecem com tons avermelhados, padrões dos cinemas. 

Marcus Wend/dezeen

Em todo Blauer Stern, as luzes neon funcionam como iluminação e instalações de arte abstrata. Além disso, fazem referência ao letreiro pendurado do lado de fora, sinalizando a atração, e foram usadas para traçar uma abertura em arco entre o corredor e o próprio auditório – tomando conta de todo o interior do edifício.

Outra sala também faz parte do local, porém, como estava em boas condições, não sofreu alterações. 

Vontade de ir ao cinema? Olha este projeto para matar a saudade(Marcus Wenddezeen)
Vontade de ir ao cinema? Olha este projeto para matar a saudade(Marcus Wenddezeen)
Vontade de ir ao cinema? Olha este projeto para matar a saudade(Marcus Wenddezeen)
Vontade de ir ao cinema? Olha este projeto para matar a saudade(Marcus Wenddezeen)
Vontade de ir ao cinema? Olha este projeto para matar a saudade(Marcus Wenddezeen)

*Via Dezeen

©











Loading...