Reprodução/HBO Max/Architectural Digest

Uma coisa que a Gossip Girl Reboot acerta? Mobiliário. O novo programa da HBO Max não poupou gastos para encher as casas luxuosas dos personagens com peças de design.

Reprodução/HBO Max/Architectural Digest

A  continuação do hit original estreou na HBO Max em 8 de julho. Como o original, o show segue um grupo de adolescentes da elite que frequentam a Constance Billard School for Girls e a adjacente St. Jude’s School for Boys.

Reprodução/HBO Max/Architectural Digest

Também como o original, o exterior da escola foi filmado no Museu da Cidade de Nova York. No episódio de estreia, os professores lamentam o fato de que os alunos constantemente andam por cima deles e têm a ideia de ressuscitar a extinta “Gossip Girl” para derrubá-los. Originalmente ela era um blog. Agora ela posta no Instagram, mas sua escrita ainda tem o mesmo estilo sarcástico e é dublada por Kristen Bell todos comemoramos.

Reprodução/HBO Max/Architectural Digest

Os principais alvos de Gossip Girl são Julien – cujo pai é um músico ganhador de vários Grammy com vibrações de Mark Ronson – e sua meia-irmã Zoya, que tem um pai diferente, muito menos rico e um bolsa de estudos em artes para financiar sua educação. A extensão da riqueza de Julien é evidente em sua cobertura em Tribeca, um dos únicos sets filmados no local, e não em um estúdio.

Veja também

Reprodução/HBO Max/Architectural Digest

“Queríamos ter certeza de que as visualizações eram precisas”, disse o desenhista de produção Ola Maslik à Architectural Digest. “Há muito mais profundidade.” Na verdade, seu espaço está cheio de janelas do chão ao teto e móveis contemporâneos para combinar, e há peças de arte reais que qualquer colecionador jovem e rico pode selecionar, como Lucien Smith e uma peça de Didier William.

Reprodução/HBO Max/Architectural Digest

Para o restante dos sets, os decoradores Rena DeAngelo e Rich Devine encheram os estúdios de Nova York com uma abundância de móveis de alta qualidade. Para o namorado de Julien, Obie, que tem pais alemães incrivelmente ricos e interesse em justiça social, eles criaram um loft Dumbo em tons quentes e moderno.

Reprodução/HBO Max/Architectural Digest

Max Wolfe, o festeiro do grupo, mora com seu pai em uma casa eclética repleta de antiguidades que Devine chama de “provavelmente, o conjunto favorito feito”. Depois, há Audrey, que pode lembrar Blair Waldorf: ela mora com sua mãe em uma casa elegante com cortinas e papel de parede Scalamandré e muitas cores ousadas.

Reprodução/HBO Max/Architectural Digest

O drama da série acontece tão rapidamente, e há tantos personagens, que é fácil piscar e perder os sets caseiros nos primeiros episódios. Mas um lugar onde as duas coisas se juntam e duram por um momento é Dumbo Hall, o clube fictício baseado na Soho House, onde os personagens adolescentes são todos – de alguma forma – capazes de se encontrar e pedir martinis sem questionar.

Reprodução/HBO Max/Architectural Digest

Os restaurantes Veronika e Le Coucou (ambos feitos pelos designers da AD100 Roman e Williams) foram utilizados para obter mais inspiração. “Optamos por tons ecléticos, caseiros e quentes”, dizem os designers, acrescentando que se, após a pandemia, eles alguma vez filmarem em locações reais de Nova Iorque, eles queriam ter certeza de que seu Dumbo Hall “está muito em sincronia com o resto do Nova Iorque.”

Se tudo isso parece extremamente, até mesmo excepcionalmente, opulento para um programa de televisão, é! “Tínhamos um ótimo orçamento”, diz Devine. “É o sonho de consumo mobiliário, o sonho de estilo de vida.”

*Via Architectural Digest

©











Loading...