Reprodução/Apartment Therapy

Pode soar clichê dizer que o que vai, sempre volta, mas é especialmente verdade no universo do design de interiores. Os últimos anos já mostraram um ressurgimento no papel de parede, tapume e macramê, mas existem outras tendências da “velha guarda” que hoje merecem nosso amor.

Designers de interiores contaram sobre tendências retrô favoritas – e por que elas deveriam voltar. “Basicamente, não tem como errar ao escolher quaisquer detalhes retrô e trazê-los para sua casa moderna”, diz a designer de interiores Natalie Papier. “Então divirta-se!”

1. Madeira

 

Se você voltar no tempo para a casa média dos anos 70, é provável que encontre uma parede feita de painéis de madeira escura cor de nogueira. A designer de interiores Michelle Zacks diz para usar esta inspiração retrô e trazê-la de volta, mas com um toque moderno.

“Talvez uma visão mais moderna disso seria [uma madeira] um pouco mais clara ou com um pouco mais da textura natural da madeira visível”, diz Zacks. “Tome isso como ponto de partida e leve a ideia um pouco mais longe…” Explica.

“Como as pessoas estão passando mais tempo dentro de suas casas, é uma vibe aconchegante com um pouco de textura e um pouco de calor, e uma forma de adicionar interesse a um espaço.” Zacks também recomenda o uso de tons ricos de madeira de outras maneiras, como adicionar uma poltrona de madeira do estilo de meados do século à sua sala de estar.

2. Kitsch

Embora alguns possam nunca mais querer ver um espaço kitsch exagerado de meados do século, Papier diz que trazer alguns elementos kitsch é uma maneira divertida de dar personalidade a um ambiente. Ela ainda tem uma mesa em formato de cassete em sua própria casa e incorporou discos de vinil de inspiração kitsch aos espaços de seus clientes.

A Casa que minha Vó queria/Pinterest

Se você deseja trazer alguns toques kitsch para sua cozinha, por exemplo, os eletrodomésticos de estilo retrô são uma maneira fácil de fazer isso.

Veja também

3. Tons pastéis

Muitos estão passando mais tempo nas cozinhas do que comendo fora. Portanto, há um novo foco em tornar seu espaço de cozinha mais aconchegante e convidativo.

Reprodução/Apartment Therapy

A designer de interiores Sarah Robertson diz que existem algumas maneiras de fazer isso: incorporar bordas mais curvas em seu espaço (como em uma ilha ou mesa) e preencher a sala com cores suaves e calmantes, como um rosa empoeirado ou um azul suave.

Reprodução/Leroy Merlin

“Os pastéis eram muito populares no final dos anos 80. Tudo tinha essas cores, incluindo escovas de dente, colheres e garfos.”diz ela. “Eu acho que se for feito com cuidado e misturado com outros estilos, [pastéis] podem ser muito bonitos, habitáveis ​​e convidativos. Acho que tem um poder de permanência. ”

4. Móveis de Design

 

Reprodução/Pinterest

Catherine Ferguson, fundadora e proprietária da & Daughters Interiors, diz que quando se trata de móveis retrô dos anos 50 e 60, peças com pés de madeira é atemporal e ainda parece contemporânea. Especificamente, um aparador é o substituto perfeito para aqueles suportes de TV dos anos 90 que todo mundo parece ter.

Loja Tigo/Reprodução

“Um aparador é uma coisa fabulosa para pôr sua TV, ou meio que a peça central que atrai seu olhar para o canto da sala”, diz ela. “Obviamente, é ótimo para armazenamento, mas eles estão sempre em um suporte de madeira, o que faz com que uma peça grande e pesada de mobiliário pareça elevada, leve e arejada.”

5. Cores

Cores quentes e saturadas como marrom, vermelho e calêndula dominaram os anos 70 e, quando combinadas com tons neutros, podem fazer seu espaço se destacar. A melhor parte: há muitas maneiras diferentes de adicionar cor.

Natalie Papier/the spruce

“Não acho que haja regras sobre onde você usa as cores”, diz Papier. “Às vezes, a cor é trazida com a arte, às vezes o sofá de referência é apenas uma cor ousada e brilhante. Gosto de ver alguma cor no teto, o que é apenas uma forma divertida e impactante de realmente fazer uma declaração na sala.”

6. Pegue dicas com as avós

 

Reprodução/Pinterest

Abajures plissados, babados e florais… Papier diz que se inspirar em como sua avó decorou a casa dela nos anos 80 e 90 está crescendo em popularidade, especialmente com a geração do milênio. Esse visual “chique tipo vó” não é apenas tendência, mas também é uma maneira sustentável de estilizar sua casa.

tangled knots design au/Reprodução

“Todos nós estamos procurando aquele fator aconchegante, e há algo aconchegante naquele visual chique tipo vovó”, diz Papier. “E o que eu acho muito divertido nisso é que você pode adquirir peças acessíveis dessa forma, mas então você as mistura com uma cadeira nova e moderna e você tem esse visual eclético e individual que ninguém mais tem.”

7. Suavize os cantos

Substituir formas geométricas nítidas por bordas mais orgânicas e arredondadas pode dar ao seu espaço uma sensação mais suave. Zacks recomenda se inspirar no movimento art déco e incorporar vieiras – que já estão voltando em grande estilo – em seu espaço, seja em papel de parede, azulejos, tecidos ou mesmo com uma pintura DIY.

Natalie Papier/the spruce

“Por um tempo, estávamos criando espaços do tipo realmente simplificados, modernos e realmente frios que tinham o aço inoxidável e linhas muito modernas, limpas e quadradas”, diz Zacks ”Agora todo mundo está voltando para formas um pouco mais orgânicas.”

*Via The Spruce

©











Loading...