(Foto:  )

 

O orçamento curto para reforma e os espaços escuros e frios eram as grandes questões dos proprietários desta casa de 129 m² em Melbourne, na Austrália. Os moradores queriam melhorar a entrada de sol e também desejavam que a metragem fosse bem aproveitada, mas sem cair no óbvio. Expert nesse tipo de solução, o escritório Austin Maynard Architects entrou em cena propondo algo radical: por que não transformar o living em um jardim de inverno, cheio de sol, claridade e plantas?

 

Uma abertura com vidros no teto proporcionou a entrada de luz do sol. Eis a estrela do ambiente, que traz claridade e alegria ao que antes era escuro e sem vida. Em vez de uma grande obra, o Austin Maynard optou ainda por repensar o design: um banco diante da mesa de jantar oferece espaço para guardar louças e acessórios da cozinha ali ao lado. A sala de estar integrada recebeu mais um armário, que fica sob a escada. Os revestimentos têm o mesmo tom de madeira, e é essa linguagem que unifica o living e otimiza os espaços visualmente. O jardim de inverno, ainda em crescimento, resolve também o fato de que a casa não tinha quintal. Agora tem natureza, ar livre e luminosidade quando os moradores quiserem.

 

 (Foto:  )

 

 (Foto:  )

 

 (Foto:  )

 

 (Foto:  )

 

 (Foto:  )

 

 (Foto:  )

 

 (Foto:  )

 

 (Foto:  )

 

 (Foto:  )

 

 (Foto:  )

 

 

 

©











Loading...