Museo de Sitio de ParacasBarclay & Crousse

A co-fundadora da Barclay & Crousse, Sandra Barclay, tornou-se a sétima vencedora do Woman Architect of the Year (Prêmio Mulher Arquiteta do Ano), premiação organizada anualmente peço Architects’ Journal (AJ) e The Architectural Review. Gloria Cabral, do Gabinete de Arquitectura, foi nomeada como vencedora do Prêmio Moira Gemmill para Arquitetura Emergente. Ambas são sul-americanas: Sandra é peruana e Gloria paraguaia.

Museo de Sitio de ParacasBarclay & Crousse

Sandra foi premiada por seu trabalho no Museo de Sitio de Paracas, um museu arqueológico com estrutura terracota, projetado para substituir outra construção que havia sido quase completamente destruída por um terremoto, em 2007. O novo edifício foi erguido para suportar as controversas condições naturais do local.

As outras finalistas eram Biba Dow, do Dow Jones Architects (Reino Unido) pela renovação Garden Museum em Londres; Ángela García de Paredes, Paredes Pedrosa (Espanha) pela transformação de duas casas em Oropesa, Espanha e Stephanie Macdonald, 6a Architects (Reino Unido) pelo Cowan Court em Cambridge.

FADA – Facultad de Arquitectura, Diseño y Arte, em Assunção, ParaguaiGabinete de Arquitectura

O prêmio recebido por Gloria Cabral é dado à mulheres com menos de 45 anos por excelência em design. A arquiteta tem mostrado habilidade no uso de materiais humildes de forma criativa. Com o tijolo paraguaio, por exemplo, está construindo uma extensão da faculdade de ciências de expressão corporal na FADA – Facultad de Arquitectura, Diseño y Arte, em Assunção, Paraguai.



As outras finalistas desta categoria eram Ilze Wolff, Wolff Architects (África do Sul), Anna Puigjaner e Maria Charneco, MAIO (Espanha) e Sook Hee Chun, WISE Architecture (Coréia do Sul).

©