Roma vai reformar o Coliseu e está aceitando propostas de engenheiros (Foto: Getty Images)

 

Já imaginou ver um show ou ir a uma peça de teatro no Coliseu? Em alguns anos, é possível que isso se torne realidade. É que o governo italiano planeja reconstruir o piso original do anfiteatro romano até 2023. Segundo a BBC, o projeto terá um orçamento total de 18,5 milhões de euros (equivalente a cerca de R$ 119 milhões na cotação atual) e deve começar no próximo ano. A ideia é reconstruir o piso retrátil que costumava encobrir o “Hypogeum”, ala subterrânea da arena atualmente exposta. 

 

 

 

 

Coliseum also known as the Flavian Amphitheater in Rome, Italy. Sunny day inside the coliseum. (Foto: Getty Images)

 

Nos tempos do Império romano, o “Hypogeum” abrigava jaulas e um sistema de túneis. A arena era usada para combates que geralmente envolviam pessoas escravizadas e animais selvagens. Como tais episódios violentos eram considerados entretenimento, o Coliseu possuía um piso retrátil que encobria o “Hypogeum”, permitindo que animais e lutadores emergissem “de surpresa” na arena. A ideia do governo italiano é recriar o piso, com réplicas historicamente precisas dos alçapões e elevadores subterrâneos.

E, para isso, o governo federal da Itália está aceitando propostas de engenheiros para a reforma do anfiteatro mais famoso do mundo! Os projetos precisam ser enviados até o dia 1 de fevereiro, e as obras devem começar em 2022. Segundo Dario Franceschini, ministro da Cultura italiano, a ideia é permitir que os visitantes possam apreciar o Coliseu ficando de pé no centro da arena (o acesso ao Hypogeum, hoje, é restrito a visitas que exigem ingressos específicos). Além disso, após os trabalhos serem concluídos, também será possível organizar eventos culturais na arena, como peças de teatro e concertos musicais.  

O principal foco de qualquer firma que queira se candidatar a planejar a reforma do Coliseu deve ser, obviamente, a preservação histórica. Um dos pontos mais cruciais é que o novo piso seja capaz de ser rapidamente fechado para proteger a parte substerrânea do Coliseu em caso de chuvas. 

 

Construído há quase 2000 anos atrás, o Coliseu é considerado um Patrimônio Mundial da UNESCO. Quando inaugurado, o anfiteatro conseguia abrigar cerca de 50 mil pessoas. Além dos combates, o espaço também era palco para simulações de batalhas terrestres e até navais, ocasiões para as quais a arena era inundada. 

©











Loading...