“Quando entrei aqui, soube na hora que seria o meu lugar”, conta o ator Bruno Fagundes sobre sua morada dos sonhos: um apartamento de 99 m² onde vive há cinco anos no centro de São Paulo. Apesar de certeiro, o match perfeito não se deu de forma tão fácil. Foi necessária uma longa busca até que o imóvel no bairro da Consolação fosse, enfim, eleito seu lar. “Fiquei quase um ano procurando pela casa ideal. Na época, visitei mais de 50 apartamentos. Já estava praticamente desistindo quando me deparei com este”, revela. 

 

 

Por dentro do apartamento industrial de Bruno Fagundes em São Paulo (Foto: Arquivo Pessoal)

 

A decisão foi tomada após Bruno ter se encantado com uma exuberante janela de parede inteira, que banha os interiores com muita luz natural e ar fresco. “Adoro abri-la e ficar admirando a rua. Sempre gostei de ter luminosidade. Queria um apartamento onde não precisasse acender a luz durante o dia”, diz. Despreocupado com metragens ostensivas, o artista privilegiou uma planta funcional e alinhada às suas reais necessidades. “Foi amor à primeira vista. Ele preencheu todos os meus requisitos desde o início: tinha a planta que eu desejava, o tamanho… Era perfeito”, conclui.

Por dentro do apartamento industrial de Bruno Fagundes em São Paulo (Foto: Arquivo Pessoal)

 

Por dentro do apartamento industrial de Bruno Fagundes em São Paulo (Foto: Arquivo Pessoal)

Artista “de nascença e com orgulho”, o ator não esconde seu senso estético apurado e o interesse pelo universo do design e da decoração. Sem pressa, Fagundes deixou-se levar pelos processos de uma reforma e participou ativamente na concepção dos ambientes. Curiosamente, o estilo industrial que norteia o projeto nasceu durante as primeiras intervenções. Paredes derrubadas na sala apresentaram uma viga até então desconhecida – e prontamente assimilada na arquitetura do local. “Ela era praticamente uma obra de arte, então quis deixá-la bem aparente e pensar todo o espaço a partir dela.”

 

 

 

Por dentro do apartamento industrial de Bruno Fagundes em São Paulo (Foto: Arquivo Pessoal)
Por dentro do apartamento industrial de Bruno Fagundes em São Paulo (Foto: Arquivo Pessoal)

No décor, peças de design assinado, como o banco da coleção Tiras, da Ovo, dividem espaço com muita memorabília, lembranças de viagens e de pessoas queridas. A sala de jantar exibe uma excêntrica escultura-almofada de Gustavo Rosa (1946-2013), um presente dado por Antonio Fagundes ao filho. “É uma peça muito especial para mim. Ganhei de aniversário do meu pai, ele sabe o quanto gosto de arte. Ela também tem uma questão afetiva, porque o Gustavo e ele eram amigos pessoais. Sou apaixonado pelo trabalho dele desde pequeno”, explica.

Por dentro do apartamento industrial de Bruno Fagundes em São Paulo (Foto: Arquivo Pessoal)

Outro amigo de longa data da família marca presença no apartamento. O projeto leva assinatura do arquiteto Antonio Ferreira Junior, do escritório AMC Arquitetura. “Sou praticamente padrinho do Bruno. O conheci com um ano de idade. Temos uma relação de convivência de muitos anos, era impossível não aceitar fazer parte desse momento”, conta o profissional. Com afinidade e parceria, o projeto aconteceu de forma sensível e muito natural. “Foi fácil entender o espaço onde ele sonhava morar.”

Por dentro do apartamento industrial de Bruno Fagundes em São Paulo (Foto: Arquivo Pessoal)

“O Bruno queria um apartamento com cara industrial e bem despojada, com tubulação aparente e ambientes integrados. Era uma necessidade abrir os espaços, porque ele também usa a casa para ensaiar seus trabalhos”, explica o arquiteto. “Quando quebramos o quarto, apareceu inusitadamente a viga que achamos linda. Então deixamos tudo no concreto para que ela fizesse parte da arquitetura como um elemento contemplativo e escultural.” 

Por dentro do apartamento industrial de Bruno Fagundes em São Paulo (Foto: Arquivo Pessoal)

 

Por dentro do apartamento industrial de Bruno Fagundes em São Paulo (Foto: Arquivo Pessoal)

Sem cair nos clichês do estilo, o resultado foi uma composição industrial com clima leve e muitas cores. “Trouxemos essas referências de ferro e o contraste entre cinza, branco e preto. Quis dar uma pirada nas cores, porque não tenho nenhum medo de usá-las”, revela o ator. “Sou artista desde criança, nasci artista com todo orgulho. Então teve uma época da minha vida que pintei muito. Foi um hobby que levei durante anos e que, de alguma forma, transparece na minha decoração”.

Por dentro do apartamento industrial de Bruno Fagundes em São Paulo (Foto: Arquivo Pessoal)
Por dentro do apartamento industrial de Bruno Fagundes em São Paulo (Foto: Arquivo Pessoal)
Por dentro do apartamento industrial de Bruno Fagundes em São Paulo (Foto: Arquivo Pessoal)
Por dentro do apartamento industrial de Bruno Fagundes em São Paulo (Foto: Arquivo Pessoal)

 

 

 

Por dentro do apartamento industrial de Bruno Fagundes em São Paulo (Foto: Arquivo Pessoal)

 

Orgulhoso de seu lugar no mundo, Bruno Fagundes exalta sua morada íntima com amor e gratidão em tempos pandêmicos. “Eu amo, amava e sempre amei meu apartamento. Mas, na quarentena, fui tomado por uma sensação de amor profundo cada vez maior por esse espaço, porque ele é o meu espaço de proteção”, reflete. “Tenho completa noção do privilégio que é ter um teto, uma casa e um lugar para dormir. Tem uma coisa que não deveríamos, mas, às vezes, nos esquecemos de fazer: agradecer todos os dias pelo o que temos”.

©











Loading...