E as plantas invadem o interior das casas e apartamentos. É a tendência Urban Jungle cada vez mais forte na decoração. Veja aqui as plantas que estão em alta e dicas para escolher e organizar suas plantas, mantendo-as saudáveis e belas por muito mais tempo.

Plantas em alta – Mas nem sempre uma boa ideia!!!

Há muitas espécies de Calathea, que é da mesma família da Maranta, e mais de 70 espécies da família da Alocasia. Todas tem como característica as belas folhas com texturas, brilho e cores e o fato de não tolerarem sol direto nem frio e precisarem de solo úmido sem ser encharcado (veja mais aqui). Gostam de sombra (mas com bastante luz natural indireta) e umidade.  Pulverize as folhas com água, principalmente no verão, para limpar e aumentar a umidade. Os vasos devem ser grandes e fundos e com boa drenagem.

Dica: Plantas de tamanho médio com grandes folhas que dão aquela impressão de floresta junto a plantas maiores (atrás delas), outras pequenas (na frente) e ainda outras pendentes – isso se vc tiver bastante espaço – Não “entulhe” as plantas! 

Ceropégia – Uma suculenta pendente delicada, conhecida pelo nome de Corações emaranhados, é de meia sombra – com Sol pela manhã – ou sombra (não tolera o Sol forte). Regue quando a terra estiver seca e não encharque. O vaso deve ter boa drenagem (veja mais aqui).

Camedória – Palmeira de pequeno porte (até 3 metros). Também de meia sombra, não se dá bem com ar condicionado,vento e frio. Vasos com boca larga, bem drenados e molhados depois que a terra estiver seca.

Cheflera – Arbusto que pode crescer muito, de Sol ou meia sombra, muito resistente. Não tolera frio nem ar condicionado. Prefere umidade (borrife água nas folhas e mantenha o solo úmido, sem encharcar). Dentro de casa, coloque-a mais perto das janelas.

Ciclanto – Arbusto com folhas bem grandes. Precisa de espaço, meia sombra e umidade (coloque casca de pinus no solo do vaso). Essa pode ficar um pouco mais distante da janela. (veja mais aqui)

Dica: Reparou que quase todas as plantas aqui podem ficar juntas em uma área com boa luminosidade, sem Sol direto e com boa umidade e drenagem? São essas características que vc deve buscar em plantas para interior! E não esqueça: Nenhuma planta dura muito se não tiver contato com o Sol. Algumas precisam de Sol direto, outras não o toleram, mas todas precisam de alguma luminosidade!

Ripsalis – É da mesma família dos cactos, sabia? Gosta de meia sombra, tolera o frio e “guarda” água nos seus ramos. Portanto, as regas devem ser espaçadas e o vaso bem drenado. Mantenha longe de animais e crianças, pois é tóxica.

Filodendro – O da foto  é o Philodendron hederaceum ou Filodendro Brasil. Parece a jibóia e pode ficar, como ela, a meia sombra e ter o mesmo tratamento: água assim que o vaso estiver seco e boa luminosidade. Há mais de 160 espécies e grande número de variedades desta família (A Xanadu, o pacová, a costela de adão, o imbé, o guainbé – todos são filodendros!).

Columéia – Quase não dá para ver na foto, mas essa é a popular peixinho, que dá umas flores pequenas alaranjadas lindas. (veja aqui). É de meia sombra e aceita Sol da Manhã. 

Dica: Leia aqui para saber o que é exatamente meia sombra e sombra e ver uma lista de plantas para estes ambientes

Zamioculca – Ótima para interiores: Se adapta a ambientes com pouca luz e não necessita de regas frequentes – muito cuidado com excesso de água. Dá para você colocá-la mais longe das janelas. Ela não suporta exposição direta ao Sol. O maior problema é que é tóxica. (veja mais aqui).

Ficus lyrata – Essa planta que vemos em tantas fotos de decoração é, na verdade, uma árvore de grande porte (ate 12 metros) que gosta de luz, precisa de muito espaço (as folhas são enormes e dentro de casa a tendência é ela ficar com poucas folhas) além de ser tóxica. Logo, imagina a dificuldade para mante-la “controlada” em um interior! (veja mais aqui). Mas se mesmo assim, vc quer porque quer, coloque perto de janelas bem iluminadas, use pouca água, pode sempre e mantenha as folhas limpas.

Soleirolia – Conhecida como Lágrima de bebê ou Barba de moisés, é uma herbácea pequena, muito usada como forração de vasos com plantas maiores ou como pendente.Não tolera Sol direto. Molhe quando a terra estiver seca. Essa pode ficar mais distante da janela e até em um banheiro que tenha alguma luz natural.(veja mais aqui).

A Pleomele (Dracaena reflexa) é bastante resistente, de Sol Pleno, mas resiste a meia sombra também. Na foto vemos 2 variedades dela. Regue-a com frequência e mantenha a terra adubada. Ela também é chamada de pau d´água – veja a foto abaixo, de outra Dracena, que parece ser a dracaena fragans, que deve ter os mesmos cuidados.



A Jade (Crassula ovata) é conhecida também como árvore da vida ou da amizade mas tem pequeno porte. Ela é uma suculenta que gosta de sombra. Regue somente quando o solo estiver seco.

O Ciclanto tem folhas bem grandes e bonitas, que não toleram Sol direto nem frio. Deixe na meia sombra e mantenha bem irrigada. Ela gosta de umidade e colocar casca de pínus lavada cobrindo a terra é uma boa ideia. O mesmo vale para o Pacová.

A peperômia (nesta foto temos a  Planta-do-dinheiro-chinês (Pilea peperomeoides) quer meia sombra mas suporta sombra. Regue uma vez por semana em vaso bem drenado. A Calathea que vemos na foto é a orbifolia, que já falei acima. O Trevo Roxo precisa de muito Sol. Logo, ele neste local não estaria feliz.  O Guaimbê é de meia sombra ou Sol e solo molhado sempre que estiver seco.

A Costela de Adão (Monstera deliciosa) gosta de meia sombra e até sombra. O Lírio da Paz também gosta de sombra (podem ficar mais longe das janelas – aliás, nesta foto os cactos deveriam estar mais perto da janela, pois eles sim precisam de Sol e pouca, muito pouca água. A Costela de Adão e o Lírio da Paz podem ser regados sempre que o solo estiver seco. E mantenha suas folhas limpas. O Antúrio é de meia sombra e gosta de umidade. E é uma planta tóxica (cuidado com animais e crianças). A Areca Bambu é de Sol Pleno ou meia sombra, boa ventilação e umidade (regas frequentes). Não gosta de ar condicionado.

Dica: Ao reunir as plantas em um cantinho escolha plantas que necessitem do mesmo nível de umidade no ar de forma que vc possa, por exemplo, borrifar água na área e aumentar a umidade de um canto com plantas que necessitem disso. Facilita  também se agrupar as com as mesmas necessidades de rega.

A bela Palmeira Leque (Licuala) precisa de muito espaço e meia sombra ou Sol Pleno. Não gosta de ventos nem ar-condicionado e gosta de umidade e folhas limpas. A Renda Portuguesa é da mesma família das Samambaias e todas elas precisam de meia sombra ou sombra e regas frequentes e detestam ventos.

Dica: É importante o cuidado com a proliferação de mosquitos quando você coloca muitas plantas dentro de casa. Manter a limpeza, ventilação e iluminação entre as plantas e evitar totalmente o acúmulo de água são cuidados imprescindíveis

A Dedo de Moça é uma suculenta de pleno Sol ou meia sombra. Molhe quando o solo estiver seco. A Dinheiro em penca é de meia sombra e não gosta de frio. Mantenha o solo molhado.

Dica: Coloque as plantas que necessitam de mais Sol o mais perto da janela e mais para dentro de casa as que convivem bem em ambientes de sombra. 

Dica: Não permita que as folhas das plantas (qquer planta) encostem nas paredes ou teto, como nessa foto. Elas vão queimar.

Dica: Para aumentar a sensação de floresta em casa, use também estampas, fotos, etc de plantas, como nesta foto, a estampa de samambaias do papel de parede e nas almofadas. Objetos e até paredes em tons de verde também ajudam a dar essa sensação.

E então? Pronto(a) para começar a sua floresta particular?

©









Volotea WW


Loading...
Aliexpress WW
DHgate WW