Miguel Pinto Guimarães e Sergio Conde Caldas criam casas assinadas no Rio de Janeiro

Miguel Pinto Guimarães e Sergio Conde Caldas criam casas assinadas no Rio de Janeiro  (Foto: IMAGENS DIVULGAÇÃO )

 

Acontece amanhã (6), no Rio de Janeiro, o lançamento do empreendimento Opy.Ará – oito casas assinadas pelos arquitetos Miguel Pinto Guimarães e Sergio Conde Caldas no Alto Jardim Botânico. As residências começarão a ser construídas em novembro e a previsão é que fiquem prontas em 18 meses.

 

Apesar de serem casas de rua, independentes entre si – cada uma com sua entrada e piscina – elas têm unidade arquitetônica, dos materiais ao desenho. “Fizemos o projeto pensando nas construções vizinhas: elas se integram à natureza, se respeitam e se protegem”, explica Miguel. “Criamos um produto diferente do que há no mercado, focado em sustentabilidade e no conforto”, resume.
 

Miguel Pinto Guimarães e Sergio Conde Caldas criam casas assinadas no Rio de Janeiro  (Foto: IMAGENS DIVULGAÇÃO )

 

Com metragens que variam de 350 m² a 450 m² (em lotes de 360 m²), a planta de cada sobrdo é única, porém todas apresentam a mesma quantidade de cômodos – são quatro suítes, sendo que a principal tem dois closets e dois banheiros. Varanda espaçosa, jardim com piscina e muita área verde também são constantes no projeto. O paisagismo é assinado pelo escritório de Burle Marx.

Miguel Pinto Guimarães e Sergio Conde Caldas criam casas assinadas no Rio de Janeiro  (Foto: IMAGENS DIVULGAÇÃO )

 

“Todos desejam morar em casa, mas, às vezes, a pessoa opta por apartamento por uma questão de custos e manutenção, por exemplo”, afirma Sergio. “Nosso projeto foi pensado em todos esses aspectos. O sistema de ar condicionado é econômico, há reaproveitamento de água da chuva e painéis fotovoltaicos para geração de energia”, resume.
 

Miguel Pinto Guimarães e Sergio Conde Caldas criam casas assinadas no Rio de Janeiro  (Foto: IMAGENS DIVULGAÇÃO )

 

E como a preocupação com o meio ambiente é um dos pilares do projeto, os arquitetos decidiram adotar na construção materiais reaproveitados – como o piso de madeira e as pedras do calçamento –, provenientes da demolição da casa dos anos 1970 que já existia no terreno.
 

Miguel Pinto Guimarães e Sergio Conde Caldas criam casas assinadas no Rio de Janeiro  (Foto: IMAGENS DIVULGAÇÃO )

 

Aos compradores das casas, os arquitetos dão uma série de opções de entrega, que pode ser desde apenas a construção em si até toda a mobília e decoração, incluindo uma seleção de obras de artes. “Estamos prontos para começar a construir!”, comemoram. As perspectivas e os croquis das oito casas serão exibidas como uma mostra de arte na galeria Lurixs, no Leblon, até o dia 14 de junho.

Quer acessar mais conteúdos da Casa Vogue? Baixe já o aplicativo Globo Mais. Nele você tem acesso a reportagens exclusivas e às edições das melhores publicações do Brasil. Cadastre-se agora e experimente 30 dias grátis.

 

©






Loading...