A seller of desserts in styrofoam plates in streets near the Historic Center of Mexico City during a health emergency due to COVID-19 in the capital.

As of January 1, 2021, the Ministry of the Environment in Mexico City, prohibits the use of plastics and (Foto: NurPhoto via Getty Images)

 

Os estabelecimentos comerciais que funcionam na cidade de São Paulo não podem mais oferecer a seus clientes utensílios de plástico descartáveis, como copos, pratos e talheres. A lei entrou em vigor na última sexta-feira (1). Os canudos já estão proibidos

 

Locais como hotéis, restaurantes, bares e padarias terão de servir outras alternativas. Como a cidade passou os últimos dias na fase vermelha do Plano São Paulo por conta do avanço da Covid-19, os efeitos práticos só serão sentidos nesta segunda-feira (4).

Close-up of compostable plastic silverware in a dispenser in a restaurant in Dublin, California, July 30, 2019. (Photo by Smith Collection/Gado/Getty Images) (Foto: Getty Images)

 

A lei foi sancionada pelo prefeito Bruno Covas (PSDB) em 13 de janeiro do ano passado, e os estabelecimentos tiveram praticamente 1 ano para se adaptar. Os objetos usados nas refeições, quando não forem os tradicionais, deverão ser de materiais biodegradáveis,  compostáveis e/ou reutilizáveis.

 

A multa para os que descumprirem as normas varia de R$ 1 mil a R$ 8 mil, e quem for flagrado pela sexta vez desrespeitando as regras será fechado.

©











Loading...