Philippe Ruault/dezeen

Os arquitetos de habitação social Anne Lacaton e Jean-Philippe Vassal, fundadores do estúdio francês Lacaton & Vassal, foram nomeados os vencedores de 2021 do Prêmio Pritzker de Arquitetura, por seu trabalho que “reflete o espírito democrático da arquitetura” e seu “compromisso com uma arquitetura restauradora”.

Esta é a primeira vez que uma arquiteta francesa ganha o prêmio, sendo que Lacaton tornou-se a sexta mulher a ser laureada, desde que o Pritzker foi criado, em 1979. “Eles não apenas definiram uma abordagem arquitetônica que renova o legado do modernismo, mas também propuseram uma definição adequada da própria profissão de arquiteto”, disse o júri.

Casa Latapie, 1993, FloiracPhilippe Ruault/dezeen

“As esperanças e sonhos modernistas de melhorar a vida de muitos são revigorados por meio de um trabalho que responde às emergências climáticas e ecológicas de nosso tempo, bem como às urgências sociais, particularmente no âmbito da habitação urbana.”

Habitação social em Grand Parc BordeauxPhilippe Ruault/dezeen

Os principais projetos habitacionais do estúdio incluem a restauração de três blocos de habitação social no Grand Parc Bordeaux com Frédéric Druot, que ganhou o Prêmio da União Europeia de Arquitetura Contemporânea no ano passado, também conhecido como Prêmio Mies van der Rohe.

Interior da habitação social em Grand Parc BordeauxPhilippe Ruault/dezeen

Outros projetos de habitação social incluem a renovação do bloco de torres Tour Bois-le-Prêtre dos anos 1960 em ruínas, em Paris, também em colaboração com Frédéric Druot, que foi concluída em 2011. Ela também projetou 53 apartamentos de baixa renda em Saint-Nazaire e um conjunto de 59 unidades de habitação social em Jardins Neppert, Mulhouse.

Palais de Tokyo, 2014, ParisPhilippe Ruault/dezeen

Lacaton e Vassal se conheceram na École Nationale Supérieure d’Architecture et de Paysage de Bordeaux no final dos anos 1970 e estabeleceram seu estúdio em Paris em 1987. O primeiro projeto da dupla foi uma casa construída com galhos de arbustos em Niamey, Níger. Deste ponto em diante, eles decidiram “nunca demolir” e renovaram vários edifícios.

*Via Dezeen

©











Loading...