Como nosso corpo reage à passagem do tempo? Se os minutos e as horas fossem cores, que nuances eles teriam? Foi na tentativa de solucionar essas questões que a artista Emmanuelle Moureaux usou cerca de 100.000 pedaços de papel para criar a instalação “Colour of Time” (Cor do Tempo).

Leia mais: Instalação transmite a sensação de se estar dentro de um diamante

Ela faz parte de uma série de exposições que acontecem no Toyama Prefectural Museum of Art and Design em Toyama, no Japão, e que refletem sobre as diferentes funções e aplicações de alguns materiais.

Divulgação

No caso de Moreaux, o meio escolhido foi o papel. Depois disso ela começou a observar como as cores nos causam sensações físicas, e também como elas podem representar a passagem do tempo. Para combinar as duas ideias, a artista, que mora em Tóquio, optou por criar uma instalação que deixasse a passagem do tempo palpável. “A instalação combina esses dois elementos, para que os visitantes possam visualizar e sentir o movimento do tempo”, conta o museu.

colour-of-time-emmanuelle-moureaux-instalacao

Um tema tão complexo e sensível pedia complexidade de formas, por isso, foram usadas 120.000 figuras numéricas de 0 a 9, além de símbolos, todos alinhados para criar uma imagem tridimensional com 100 camadas.



Divulgação

Cada fileira representa um momento do dia, do nascer do sol, às 6h30, até o pôr do sol, às 7:49. “A instalação faz as pessoas sentirem as mudanças gentis na atmosfera, através de todo o corpo, viajando na fluidez colorida do tempo.” Vermelho, amarelo, azul, verde… Qual é sua cor preferida do dia? Escolha!

©









Booking.com WW


Loading...
Tomtop WW
ChicMe WW