Finlândia revela plano para se tornar livre de carbono até 2035

O novo governo de coalização de esquerda da Finlândia estabeleceu a meta de neutralizar as emissões de carbono do país até 2035. A proposta faz parte de um programa de políticas que inclui um grande aumento nos gastos públicos em assistência social e infra-estrutura finlandesa. 

 

Finlândia revela plano para se tornar livre de carbono até 2035 (Foto: Jongwon Lee/Flickr)


 

Antti Rinne, líder do Partido Social-Democrata, afirmou que “é hora de investir no futuro”. Entre os ambientalistas, o plano é considerado “o mais ambicioso” do mundo em questões climáticas. Além de reduzir os investimentos em extração madeireira, o programa, que será transformado em lei, exigirá que o país reduza radicalmente seu consumo de combustíveis fósseis e turfa. Juntas, as fontes suprem cerca de 40% das necessidades de energia do país. 

Para atingir a meta de neutralizar as emissões de carbono no país, a campanha prevê um aumento rápido na produção de energia eólica e solar, eletrificação dos sistemas de aquecimento e transporte e aumento de 10% no uso de bioenergia gerada por resíduos agrícolas e florestais.

Finlândia revela plano para se tornar livre de carbono até 2035 (Foto: Reprodução/Instagram)


 

“Construir a primeira sociedade sustentável e livre de fósseis do mundo exigirá muito mais do que belas palavras no papel, mas estamos determinados a fazer isso acontecer. É uma jornada emocionante, na qual queremos embarcar”, declarou Sini Harkki, responsável pelo programa à frente do Greenpeace Nordic ao The Guardian

Segundo a publicação, a ação aumentará os gastos públicos da Finlândia em € 1,23 bilhão por ano, além de mais € 3 bilhões em investimentos pontuais. Para cobrir os gastos, o governo planeja elevar os impostos em cerca de € 730 milhões, grande parte através da taxação sobre combustíveis fósseis, além de vender até € 2,5 bilhões em ativos estatais.

A preocupação entorno das emissões de carbono no planeta vem ganhando cada vez mais atenção. Recentemente, o escritório britânico Fosters + Partners anunciou o plano de projetar apenas edifícios neutros em carbono até 2030. O grupo foi o primeiro escritório de arquitetura a assinar o Net Zero Carbon Buildings Commitment, acordo internacional criado pela ONG Green Building Council.

Quer acessar mais conteúdos da Casa Vogue? Baixe já o aplicativo Globo Mais. Nele você tem acesso a reportagens exclusivas e às edições das melhores publicações do Brasil. Cadastre-se agora e experimente 30 dias grátis.

 

 

©






Loading...