De maneira simplificada, podemos dizer que as escadas são elementos arquitetônicos que resolvem de forma funcional as circulações verticais. Porém, muitas vezes, elas tornam-se parte fundamental do décor. Aqui daremos destaque às do tipo flutuantes, que ganham esse nome por conta dos seus degraus que parecem soltos, mas estão fixados diretamente nas paredes ou suspensos no teto.

 

A opção garante a leveza dos ambientes. Prova disso são os projetos listados abaixo. Confira e encante-se!

Escadas flutuantes: 6 projetos que se apostam no elemento (Foto: Reprodução)

 

1. Com cores sóbrias e destaque para a textura natural dos materiais, este apartamento assinado pelo escritório polonês ZONA Architekci faz da sua escada em L um elemento potente que amplia a vista da área externa. O piso de madeira e a estrutura de metal preto serve como referência para a escolha da mesa e cadeiras de jantar. Na parede, as placas de concreto criam uma paginação geométrica que acompanha lindamente a escada pelo pé-direito duplo.

Escadas flutuantes: 6 projetos que se apostam no elemento (Foto: Reprodução)


 

2. Projetada pelo escritório Ambrosi Etchegaray, esta casa modernista na Cidade do México, se apropria de estruturas metálicas esbeltas e do ritmo marcado pela escada para introduzir outros elementos ao decór. No quarto de casal com biblioteca, a estrutura minimalista e vazada da escada combina-se à estante que faz a divisória do ambiente. Repare como a vasta coleção de livros cria uma paleta viva que contrasta com os tons neutros da madeira, do concreto e dos tijolos aparentes.

Escadas flutuantes: 6 projetos que se apostam no elemento (Foto: Joana França)


 

3. Situada em Brasília, a casa W3 Sul, assinada pelo escritório LAB606 Architecture&Design, tem como conceito os vazios internos e a visão do todo através dos níveis de laje desencontrados. Os interiores brancos permitem que a luz natural percorra todos os ambientes levando sensação de amplitude ao imóvel. A escada metálica, acompanhada dos seus guarda-corpos, se mostra através de linhas sutis para que se faça presente sem se tornar uma barreira visual. 

Escadas flutuantes: 6 projetos que se apostam no elemento (Foto: Reprodução)


 

4. Projetada para um jovem de 27 anos, este apartamento dúplex, na Vila Madalena, em São Paulo, teve como premissa a integração através de cada elemento cuidadosamente escolhido pelas arquitetas do Sub Estúdio. A escada, que se solta da parede, abrindo espaço para as prateleiras, domina o pé-direito duplo e integra a área social à íntima. Sua estrutura com design primoroso apoia os degraus de forma leve e permite que entre eles a luz da grande janela invada a sala de estar.

Escadas flutuantes: 6 projetos que se apostam no elemento (Foto: Reprodução)


 

5. Situado em Oslo, na Noruega, este loft, assinado pelo escritório HAPTIC Architects, ocupa o último andar de um prédio do século 19. O imóvel foi integrado ao apartamento do andar debaixo por uma elegante escada suspensa na sala de estar. Escultural, a peça modular é feita de aço e sustentada por vigas conectadas ao andar superior, fazendo com que o nível abaixo ganhe visuais limpos e minimalistas.

 

Escadas flutuantes: 6 projetos que se apostam no elemento (Foto: Mike Schwartz)


 

6. Este loft em Chicago, nos Estados Unidos, ocupa o último andar de uma antiga fábrica de montagem automotiva. O arquiteto Vladimir Radutny foi o responsável por suavizar a estrutura imponente do imóvel e transformá-lo em uma residência. A escada, parte maciça e parte flutuante, se apoia na parede revestida com painéis de madeira. O resultado é um espaço com estética impressionante. Mike Schwartz

 

©











Loading...