Elementos vazados e jardins verticais dão toque despojado a este apartamento

Juliana Fabrizzi Arquitetura 2019 (Foto: Raphael Briest)

 

Antes de iniciar um projeto, Juliana Fabrizzi propõe aos futuros moradores uma dinâmica especial – é aí que começa a mostrar uma das características de seu escritório, a alegria e a ludicidade que envolvem o processo. “Neste jogo, conhecemos as preferências dos clientes, seus gostos e expectativas. Daí surge a nossa maior inspiração”, conta.

+ Mistura de peças de diferentes épocas cria ambiente atemporal
+ Designers transformam resíduos industriais em utensílios de cerâmica
+ Tons claros de madeira compõem décor aconchegante em São Paulo

Neste apartamento de 190 m² em São Paulo, cheio de verde e de elementos de personalidade, muitas descobertas vieram à tona. Essas histórias se revelam nas paredes. Em uma delas, ganha destaque uma foto especial de viagem do casal, feita pela proprietária, que é fotógrafa. Em outras, os jardins verticais injetam frescor e vida no dia a dia.

Juliana Fabrizzi Arquitetura 2019 (Foto: Raphael Briest)

 

Já num terceiro ponto, a divisão com elementos vazados alia funcionalidade e estética, permitindo a entrada de luz. Na base neutra, tons mais fortes aparecem e tornam o conjunto descontraído. É na autenticidade que a arquiteta firma sua assinatura. Jamais repete fórmulas, mas mantém sempre um item. “Nunca deixamos faltar alegria em nossos projetos. Mesmo que seja um toque de descontração em um ambiente mais sóbrio”.

Juliana Fabrizzi Arquitetura 2019 (Foto: Raphael Briest)

 

Juliana Fabrizzi Arquitetura 2019 (Foto: Raphael Briest)

*Matéria originalmente publicada na Casa Vogue 401 – Especial Decoradores, Arquitetos e Paisagistas 2019.

 

 

 

 

©






Loading...