divulgação/London Design Festival

Este ano o badalado London Design Festival, que costuma ocupar toda a cidade, precisou se reinventar — assim como outros eventos pelo mundo. Entre 12 e 20 de setembro, as instalações e exposições físicas acontecem junto com as virtuais, além de uma edição digital do Global Design Forum, com novidades quentes do universo do design.

E, em paralelo a isso, os organizadores promovem transmissões ao vivo nas redes sociais do evento para que o mundo inteiro fique por dentro das novidades. Uma novidade interessante é que este ano o festival disponibilizou um site, onde profissionais independentes podem promover seus trabalhos nas plataformas do evento. Se você quer ficar por dentro dos destaques da semana de design inglesa, não deixe de conferir a seleção que preparamos a seguir!

Connected

Chamado de Stem, o sistema criado pelo Heatherwick Studio é composto de seis pernas de diferentes alturas e diâmetros, que podem ser combinadas e fixadas em uma mesa.reprodução/dezeen

Esse primeiro destaque é um projeto que tem a ver com a pandemia, que mudou o jeito como as pessoas vivem, interagem e trabalha. Assim, o Connected é um experimento que desafia nove designers de diversos países do mundo a criar uma mesa e assentos que se adaptem às novas formas de trabalhar e viver em casa. As peças estão em exposição no Design Museum, mas também pode ser visitada virtualmente aqui.

Candy Cubicle é uma mesa, criada por Sabine Marcelis, que esconde seu conteúdo dentro de uma concha de madeira clara quando não está em uso.reprodução/dezeen

Unity

Unity, instalação de Marlène Huissoud no Coal Drops Yard, King’s Cross.divulgação/London Design Festival

A instalação Unity, criada por Marlène Huissoud, convida os visitantes a se posicionarem em um círculo de dois metros de distância da obra. Assim, eles controlam pedais e trabalham juntos para movimentar a peça. Se alguém não pedalar, a instalação esvazia e perde sua vitalidade. A intenção da artista é passa uma mensagem de otimismo de mostrar que quando estamos juntos, somos mais fortes e podemos mudar o mundo.

 

The Hothouse

The Hothouse, criada pelo designer de jardins Tom Massey com o Studio Weave.divulgação/London Design Festival

A The Hothouse faz referência às antigas estufas vitorianas. Criado pelo designer de jardins Tom Massey, em parceria com o Studio Weave, o projeto pode ser adaptado e regulado para se adequar à qualquer espécie de planta. A ideia é ter a possibilidade de cultivar uma selva comestível de espécies exóticas e comuns. A estufa ficará neste local por um ano, exibindo a evolução das plantas em todas as estações. O objetivo da instalação é demonstrar os efeitos das alterações climáticas e celebrar a capacidade do homem de vencer problemas e criar ambientes de cultivo estáveis.

 

The Virtual Design Destination by Adorno

Deep Deep Mirror, de Farvash, Suécia.divulgação/London Design Festival

A galeria de arte virtual Adorno, com sede em Copenhagen, apresenta 14 pavilhões virtuais de diferentes países, com trabalhos de mais de 100 designers e estúdios independentes. Os visitantes são convidados a visitas virtuais guiadas pelo curador todos os dias durante o festival. O tema deste The New Reality inspirou os participantes a refletirem sobre a experiência vivida durante o isolamento. Usando o design como uma ferramenta de mudança, o evento busca soluções eficazes e inovadoras para investigar o que realmente é nossa nova realidade.

Lamps, de Panijurek, Polônia.divulgação/London Design Festival

Shoreditch Design Triangle

A instalação Under the Sea Cloud, de Lab.inc, aborda a questão urgente da poluição do plástico nos oceanos.divulgação/London Design Festival

O Shoreditch Design Triangle é uma plataforma cultural que incentiva a criatividade em East London. Em seu décimo ano consecutivo, o evento reúne uma mistura de experiências físicas e digitais, com exposições tradicionais, citrines, podcasts ao vivo transmitidos pelo site, passeios a pé e de bicicleta, instalações, murais e lançamentos de produtos. 

A cadeira Maestro lançada pelo inglês Lee Broom, que homenageia instrumentos musicais. O designer também está exibindo sua nova peça por meio de um curta-metragem.divulgação/London Design Festival

 

©











Loading...