Marie Kondo tidying concept - folded kitchen linens in white basket, top view (Foto: Getty Images/iStockphoto)

 

Talvez a causa seja a alegria que nos reanima durante as celebrações de fim de ano, mas fato é que todo mundo faz planos de colocar a casa em ordem sempre que janeiro começa. Entrevistamos a personal organizer Cora Fernandes em busca do segredo para vencer de vez a inércia e deixar tudo pronto para um 2021 inesquecível. “O primeiro passo é fazer uma autoavaliação, para entender melhor nossa própria rotina e prever os ajustes necessários”, conta Cora. A partir daí, eliminar excessos, destinar locais específicos para os itens domésticos e – finalmente – organizar tudo com cuidado são as etapas seguintes, que a organizadora nos ajudou a detalhar na lista a seguir.

 

 

 

1. Estude sua rotina
As questões a serem avaliadas, segundo Cora, incluem pensar no que mais usamos ao longo do ano que passou, o que nos atendeu melhor, e como gostaríamos que fosse nosso futuro breve. “A partir daí, a gente passa um pente-fino para decidir o que fica e o que vai embora”, orienta. Não perca tempo de tentar organizar as coisas antes de fazer essa análise. O risco é manter coisas desnecessárias por perto e cair em um círculo de acumulação, em vez de organizar de verdade.

2. Descarte o que não te serve mais
Pode ser aquela roupa apertada ou que não combina mais com seu estilo, aquele presente que não foi trocado, as roupas de casa que você não curte mais… “Libere espaço para a energia circular e, de quebra, ajude alguém que precisa mais do que você”, ensina Cora. Você pode optar por vender os itens que estão sobrando ou doá-los para um bazar de caridade. De qualquer maneira, o espaço desocupado terá uma vibe mais positiva.

Wardrobe storage system. Clean up clothes with konmari method (Marie Kondo) (Foto: Getty Images/iStockphoto)

 

3. Encontre um endereço para cada item da casa
“Todo objeto deve ter um lugar próprio para estar. Só assim é possível criar uma rotina de organização viável de ser mantida”, ela ensina. Cora indica um cuidado extra com o fundo de armários, já que o que não é visto, não é usado. E com o excesso de espaço das camas-baú que,segundo ela, são um esconderijo para extras de todos os ambientes da casa. Atire a primeira pedra que não colocou lá aquela mala antiga que já era para ter sido doada há tempos.

4. Organize definitivamente
Vamos começar por um exemplo. Reúna todas as contas de energia elétrica do ano que passou. Assim, quando chegar o documento de quitação anual de débitos (em SP, isso costuma acontecer em maio – ou você pode solicitar para a concessionária em questão), basta jogar o bloco enorme fora, que dará lugar a uma única folha de papel. É nessa hora também que você deve escolher sua dobra favorita para as camisetas e enrolar as meias com delicadeza, para não afrouxar elásticos. É ao fim dessa etapa que você sente aquele gostinho de felicidade que só uma bela arrumação é capaz de proporcionar.

 

Por onde iniciar a aventura? “Eu gosto de começar pelo guarda-roupa, que costuma ser o lugar mais caótico. É ali que a gente coloca tudo o que não sabe bem ainda onde vai ficar”, brinca Cora, com aquele fundo de verdade com que todo mundo consegue se identificar. Depois da vida posta em ordem, o exercício zen da vez passa a ser manter tudo em dia.


 

©











Loading...