César Pelli, autor de um dos edifícios mais altos mundo e vencedor de mais de 300 prêmios, morre aos 92 anos

César Pelli, arquiteto autor das Torres Petronas, em Kuala Lampur, na Malásia (Foto: Reprodução)

 

O renomado arquiteto argentino César Pelli morreu nesta sexta-feira (19), aos 92 anos. Conhecido mundialmente pelos seus arranhas-céus, Pelli que assinou as Torres Petronas, de Kuala Lumpur, na Malásia, e o World Financial Center de Nova York, nos EUA, não gostava da fama. “O mundo seria melhor se a fama não existisse. O sucesso faz mal, nos faz pensar que somos únicos e especiais e ninguém é…”, declarou Pelli, que ganhou ao longo de sua carreira mais de 300 prêmios. Em 1991, foi considerado um dos dez mais influentes arquitetos americanos vivos pelo Instituto Americano de Arquitetos. 

+ Casa de concreto armado parece brotar da rocha

Torres Petronas, projeto de César Pelli (Foto: Reprodução)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Um dos trabalhos mais incônicos de sua carreira foram as Torres Petronas que, com seus 455 metros de altura, permanceram com o título de edifícios mais altos do mundo de 1998 até 2003. Além desse feito, Pelli também assinou o projeto de ampliação do Museu de Arte Moderna de Nova York (MoMa). Ele ainda foi decano da Faculdade de Arquitetura da Universidade de Yale entre 1977 e 1984. Em 2012, a Fundação Konex, da Argentina, entregou a ele o Diamond Konex Award for Visual Arts, premiando-o como o mais importante artista argentino da última década.

Torre de Cristal em Madri (Foto: Reprodução)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Pelli nasceu em San Miguel de Tucumán, Argentina, mas desde os anos 1960 residia em Connecticut, EUA. Ele era casado com Diana Balmori, uma renomada paisagista e urbanista. Pelli foi graduado pela Universidade Nacional de Tucumán e uma de suas últimas cosntruções foi o Salesforce Transit Center, em San Francisco, inaugurada em 2018, uma moderna estação de transporte urbano que inclui espaços verdes, shopping e anfiteatro.

MoMa de Nova York, EUA, projeto de ampliação de César Pelli (Foto: Reprodução)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

©