Casal adquire casa de veraneio que pertenceu a Sergio Rodrigues



Casal adquire casa de veraneio que pertenceu a Sergio Rodrigues (Foto: Deco Cury)

 

Foi em um de seus passeios de bicicleta por trilhas da Serra Fluminense que o engenheiro químico Haroldo Montenegro se deparou com a enigmática placa de madeira que exibia o nome Xikilin pintado de forma simples, apontando para uma cabana no alto do vale. Encantado com a mata nativa da região do Rocio, protegida pela reserva biológica do Tinguá, resolveu pesquisar quem morava ali. Descobriu que o dono era um senhor bigodudo, bonachão, um tanto boêmio, que dividia o terreno com gatos, cachorros e ainda um jegue, o Godofredo.

+ Casa de campo tem vista privilegiada e integração entre lazer e área social
+ Cobertura tem clima de casa e decoração cheia de personalidade
+ Casa em Campos do Jordão ganha vida nova após reforma

Casal adquire casa de veraneio que pertenceu a Sergio Rodrigues (Foto: Deco Cury)

 

Xikilin, construída em 1983, era o lar de veraneio do designer e arquiteto Sergio Rodrigues, autor da poltrona Mole, entre tantos outros móveis emblemáticos do modernismo brasileiro. E mais: a moradia pré-fabricada, com paredes e esquadrias tingidas de vermelho e verde, era fruto de um sistema modulado, o SR2, que o próprio Sergio havia lançado poucos anos antes. “Sergio tinha feito a casa para ele, do jeito que queria viver, em meio à natureza. Um espaço envidraçado, com muita luz natural, extremamente simples e bem bolado”, revela Haroldo.

Casal adquire casa de veraneio que pertenceu a Sergio Rodrigues (Foto: Deco Cury)

 

Sergio Rodrigues tinha feito a casa para ele, do jeito que queria viver, em meio à natureza. Um espaço envidraçado, com muita luz natural”
Haroldo Montenegro
Casal adquire casa de veraneio que pertenceu a Sergio Rodrigues (Foto: Deco Cury)

 

Ao saber que a propriedade estava à venda, foi o primeiro (e o único) a ver. E decidiu ficar com tudo – casa, gatos, cachorros (menos o jegue Godofredo) e muitos móveis assinados pelo designer, como a poltrona Moleca da sala, a mesa de jantar Tatá e a cama Elisa, no quarto de hóspedes. “É um lugar mágico, um refúgio, que preserva o olhar e a estética dele com respeito e admiração”, diz Haroldo, acrescentando que o crédito – e o mérito – para quem preencheu o interior com objetos, estampas e detalhes bacanas é da sua mulher, a estilista Gloria Marques, que por anos respondeu pela criação da linha feminina da Richards e, hoje, pilota sua própria marca de moda, a Sardina, inspirada em balneários descolados.

Casal adquire casa de veraneio que pertenceu a Sergio Rodrigues (Foto: Deco Cury)

 

“Quando começamos a usar a casa, fizemos questão de respeitar tudo o que era original: as cores das esquadrias, os verdes e vermelhos que tingiam alguns detalhes. Tudo fazia sentido na genial arquitetura pré-fabricada de Sergio. Simples, funcional e extremamente aconchegante. Só acrescentamos objetos, livros e uma infinidade de cestarias e tecidos garimpados pelo mundo”, revela ela. “Sou obcecada por mar, pela cor azul, listras e bolas, além de texturas naturais. Acabei trazendo esse visual para cá. A pilha de tecidos e mantas não para de crescer”.

Casal adquire casa de veraneio que pertenceu a Sergio Rodrigues (Foto: Deco Cury)

 

Naquele pedacinho da serra, ela e o marido têm tempo para cuidar deles mesmos e do universo que os cerca, graças à tranquilidade que sentem ao cruzar o portão. Quase todos os fins de semana Gloria e Haroldo vão a Xikilin, não sem antes passar no mercado de Itaipava para comprar flores, frutas e legumes orgânicos. “Assim que chego, preparo uma comidinha saudável e calço o chinelo. Desligamos o celular e fazemos caminhadas pelas redondezas. A TV fica em um quarto de hóspedes e não faz parte da nossa rotina. Sabemos cada planta nova que floresceu e acordamos ouvindo os pássaros”, descreve ela.

Casal adquire casa de veraneio que pertenceu a Sergio Rodrigues (Foto: Deco Cury)

 

O refúgio não é grande, mas temo tamanho ideal para o casal receber amigos e se desligar do mundo. “Não temos sauna ou piscina, só um chuveiro conectado a uma mangueira no jardim. Mas a verdade é que gostamos mesmo de ficar relaxados, sem muitos compromissos. Parece que esse verde todo, aos poucos, recarrega as energias. Um prazer essencial, que nos alimenta e vicia”, finaliza.

Casal adquire casa de veraneio que pertenceu a Sergio Rodrigues (Foto: Deco Cury)

 

Casal adquire casa de veraneio que pertenceu a Sergio Rodrigues (Foto: Deco Cury)

 

Parece que esse verde todo, aos poucos, recarrega as energias. Um prazer essencial, que nos alimenta e vicia”
Gloria Marques
Casal adquire casa de veraneio que pertenceu a Sergio Rodrigues (Foto: Deco Cury)

 

Casal adquire casa de veraneio que pertenceu a Sergio Rodrigues (Foto: Deco Cury)

 

Casal adquire casa de veraneio que pertenceu a Sergio Rodrigues (Foto: Deco Cury)

 

©