A cidade de Brisbane, na Austrália, deve receber um projeto de arquitetura audacioso ainda nesta década. Trata-se da construção do Urban Forest, um empreendimento imobiliário que promete ser o edifício residencial mais verde do planeta. Assinado pelo escritório Koichi Takada Architects, o arranha-céu terá como diferencial uma fachada sustentável que transforma a edificação numa verdadeira floresta urbana. 

 

Arranha-céu na Austrália será residencial mais verde do mundo (Foto: Binyan Studios)

 

De acordo com os arquitetos responsáveis pelo projeto, o prédio de 30 andares será coberto com 1.000 árvores e 20 mil plantas cultivadas nas áreas externas. Cerca de 250 espécies nativas de Queensland serão plantadas em todo o empreendimento de uso misto, que abrigará 392 apartamentos, um jardim na cobertura de dois andares e um parque público no térreo. Para criar o efeito de floresta urbana, as espécies serão plantadas em diferentes degraus dispostos pela fachada.

Arranha-céu na Austrália será residencial mais verde do mundo (Foto: Binyan Studios)

 

 

Arranha-céu na Austrália será residencial mais verde do mundo (Foto: Binyan Studios)

 

Além do paisagismo exuberante, o projeto será erguido com técnicas de construção sustentáveis, a exemplo do uso de concreto verde, uma versão de baixo carbono produzida com 40% menos cimento do que a concretagem tradicional. As unidades serão fabricadas como módulos para reduzir o desperdício e encurtar o tempo de obra. Materiais como pedra e tijolo serão reciclados ou adquiridos localmente, e toda a madeira usada será certificada pelo Forest Stewardship Council (FSC).

Arranha-céu na Austrália será residencial mais verde do mundo (Foto: Binyan Studios)

 

Em sua base, a torre será erguida em uma série de colunas que criam uma área abrigada para o parque. Essas colunas em forma de cogumelo serão contornadas de modo a parecerem orgânicas, como se o edifício fosse sustentado por tocos de árvores.

Arranha-céu na Austrália será residencial mais verde do mundo (Foto: Binyan Studios)

 

O Urban Forest também abrigará um centro turístico onde os visitantes podem conhecer as plantas de sua fachada e ver de perto a biodiversidade do local. Nas renderizações, os apartamentos apresentam suas próprias varandas e acesso a um jardim na cobertura com uma piscina comum.

Arranha-céu na Austrália será residencial mais verde do mundo (Foto: Binyan Studios)

 

 

De acordo com as informações do projeto, a construção deve começar em 2021 e ser concluída em 2024.

©











Loading...