Tima Miroshnichenko/Pexels

Muitas vezes você está tão focado na tarefa de organizar o seu espaço e seguir os mesmos passos que conhece há anos, que pode ser que algumas práticas da sua faxina não sejam as ideais e você não sabe.

Reprodução/Giphy

Existem regrinhas que devem ser seguidas se você espera que todos os cômodos estejam completamente higienizados. Não as conhece? A marca Bettanin, especialista em limpeza, reuniu os maiores erros quando o assunto é cuidar da casa. Confira:

1. Pisos diferentes, demandam produtos diferentes!

 

CDC/Unsplash

Você usa um único produto para lavar todas as áreas da sua moradia? Apesar do hábito ser muito comum, cada tipo de piso pede um químico específico para a sua faxina.

Joe Lingeman/Apartment Therapy

Fique atento para não usar o produto errado para aquele tipo de revestimento, podendo, além de não limpar de forma efetiva, danificar e tirar o brilho do material. Saiba a diferença entre os químicos para espaços internas e externas, que também pedem uma higienização diferenciada.

2. Cada esponja com a sua tarefa!

 

Pille R. Priske/Unsplash

As esponjas possuem diversas funções, elas podem lavar louças, esterilizar superfícies de diferentes cômodos, entre outras atividades. Por causa dessas características, para uma arrumação eficiente e segura, é preciso ter uma esponja para cada tipo de atividade – evitando que as bactérias e vírus sejam transportados pela casa.

Veja também

Reprodução/Giphy

Lembre-se de sempre conferir o estado e tempo de uso do objeto. O indicado é que se troque a cada 7 dias de utilização.

3. Uma vassoura para cada ambiente

 

Jozsef Hocza/Unsplash

Outro item que você também deve ter para cada ambiente é a vassoura. Pisos lisos ou ásperos, cerdas firmes ou macias, áreas internas ou externas são alguns dos detalhes que merecem atenção na escolha do produto.

Para isso, observe sempre as cerdas da vassoura, pois são elas que definem a indicação de aplicação e que influenciam na performance da tarefa – existe o tipo mais rígido, macio, flexível e multiuso.

Reprodução/Giphy

A primeira é indicada para limpeza externa, com pisos rústicos, cimentados e de pedra; a segunda é indicada para uma higienização delicada, uma vez que apresenta flexibilidade e leveza, evitando riscos nas superfícies; já a última é indicada para todos os tipos de faxina.

4. Nunca torça os panos!

 

Reprodução/Giphy

Cuidado com a forma que você remove o excesso de água dos panos e evite passar o mesmo em todos os aposentos, isso ajudará a prolongar sua vida útil.

Tima Miroshnichenko/Pexels

Torcendo o pano com força, as fibras do tecido podem ser prejudicadas, fazendo com que o item não seja tão eficaz no próximo uso. Por isso, remova a água apertando para tirar o excesso e estendendo para uma secagem natural.

5. Não deixe as roupas no varal depois de secar!

 

Félix Prado/Unsplash

Esquecer as roupas penduradas no varal ou deixá-las mais tempo do que o necessário é um clássico da correria do dia a dia. Porém a prática pode prejudicar a cor, maciez e durabilidade das peças, porque o excesso de exposição ao sol consegue deixar os tecidos exageradamente secos e difíceis de serem passados.

Reprodução/Giphy

A utilização do prendedor por um longo período pode danificá-los e deixar as roupas marcadas. Sempre os remova do varal e armazene em um recipiente adequado.

©











Loading...