Benjamin Swanson/dezeen

Reaproveitando embalagens de papelão e encorajando usuários a reutilizar materiais de forma criativa, o concurso Out of the BoxDe fora da Caixa em portuguêsdo ano passado, recebeu 1.500 inscrições de mais de 80 países diferentes ao redor do mundo. 

Com a pandemia e muitos países confinados, a competição propôs um desafio criativo que os participantes poderiam enfrentar sem sair de casa. Soluções inovadoras de armazenamento, brinquedos infantis e até amplificador para música, tudo em papel, foram alguns dos designs selecionados.

No total, 15 fizeram parte de uma lista restrita e, a partir disso, o júri selecionou cinco finalistas – até chegar em um vencedor geral. A proposta foi inspirada no conceito de Eco-Package da Samsung, que visa reduzir o desperdício e fornecer aos seus clientes uma forma de direcionar a embalagem para novos itens domésticos.

Confira os 15 que fizeram parte do primeiro corte e tire ideias para produzir sua própria decoração com materiais que tem em casa. Cada projeto foi construído utilizando caixas de televisores da marca. 

Contêiner Gio de Francesco Pierazzi Architects – Londres, Reino Unido

 

O contêiner é multifuncional, facetado, dodecagonal e compreende dois cilindro-cônicos de tamanhos diferentes. Montado a partir de 12 painéis de papelão, tanto um barbante quanto uma fita podem ser usados para desenvolver a decoração.

O padrão de corte foi planejado para maximizar o material à disposição e utilizar as cores e letras do pacote. Para o uso diário – como um vaso de plantas, uma pequena mesa lateral ou um recipiente de armazenamento -, você pode colocá-lo para cima ou para baixo, sem regras.

“Vários elementos conseguem conectar as peças, dependendo do que estiver disponível. Fios, fitas, abraçadeiras ou qualquer combinação dessas irão garantir um resultado que é exclusivo para a família de cada um”, disse Francesco Pierazzi Architects.

Caixa de ferramentas por Joseph I’Anson – Londres, Reino Unido

 

Esta caixa de ferramentas simples também serve para guardar artigos de papelaria, plantas ou alimentos. O designer Joseph I’Anson criou o projeto com uma série de planos do pacote, que se conectam sem a necessidade de cola ou fita adesiva. 

“Com o uso, a estrutura fica mais forte. A força para cima do objeto sendo levantado e a força para baixo do conteúdo empurram as ranhuras uma para a outra.”, expllicou I’Anson.

Mesa para sofá Alex de Nina Nechaeva e Aleksey Stelmakh – Moscou, Rússia

 

Nina Nechaeva e Aleksey Stelmakh inventaram uma mesa lateral, de pequeno porte, para ser enganchada no braço de um sofá. A superfície é conveniente para colocar canecas ou xícaras, além de uma área de depósito para revistas ou controles remotos. Na hora do home office, você tem tudo ao seu alcance. 

“A mesa foi pensada para pessoas que gostam de ficar no sofá, assistir TV e ter tudo o que precisam ao seu lado. É uma mesa em miniatura – perfeita para guardar suas bebidas, comida, controle remoto ou o que seu coração desejar”, comentou Nechaeva.

Suporte para sapatos por Loong Jin Yoong de Convoy – Kuala Lumpur, Malásia

 

Do estúdio de design Convoy, a sapateira é formada por um sistema de encaixes, espigas e cavilhas de papel, que a mantém unida sem a necessidade de materiais a mais. Perfeita para quem deseja exibir sua coleção de tênis, o produto possui grandes aberturas empilhadas verticalmente, para garantir que ocupem o mínimo de espaço no chão. 

“O suporte é inspirado na cultura do tênis, onde os colecionadores os apreciam como uma forma de arte. Por ser feito de papelão, ele reproduz a sensação de desembalar um novo par”, segundo Jin Yoong.

Unidade de armazenamento Kibe por Revaz Berdzenishvili – Estocolmo, Suécia

 

A unidade com cinco gavetas extraíveis possui um design escalonado distinto – permite que o usuário possa organizar plantas e outros objetos decorativos dentro ou em cima dela, de acordo com o ambiente.  O nome leva “Kibe” por significar “escadas” em georgiano, a língua nativa de Berdzenishvili.

“O objetivo era recriar as características funcionais das escadas e trazê-las para o espaço interior, como um objeto escultural independente”, explicou Berdzenishvili.

Cesto Twist de Akhil Kumar – Mumbai, índia

 

Capaz de guardar uma variedade de objetos diferentes, o cesto foi fabricado com apenas duas folhas de embalagem – uma para a base e outra para as laterais, minimizando a quantidade de corte e colagem necessária.

“Minha ideia do Twist surgiu do desejo de criar um produto que qualquer pessoa pudesse usar em sua casa de várias maneiras. Acredito que minimizar o esforço necessário para construí-lo é um modo de incentivar as pessoas a recriar e reaproveitar o papelão”, disse Kumar.

Mesa Kinoko por Georgia Kasmin e Frank Lin – Londres, Reino Unido

 

O desenho compreende dois volumes cilíndricos facetados, um mais alto e estreito estruturando a base e outro mais largo e raso para o tampo da mesa. A forma lembra um cogumelo, inspirando o nome em japonês “Kinoko”.

Veja também

Esta mesa lateral simples, que apresenta espaço para acomodar objetos, foi pensada especialmente para o lar. Ela serve como mesinha de cabeceira para a sala, quarto ou como brinquedoteca para as crianças, ajudando na organização. 

Blast Off Club House de Olga Tesler – Los Angeles, EUA

 

“O Blast Off Club House foi projetado para parecer uma nave espacial e um pequeno refúgio pessoal, voltado para crianças de várias idades. É estável e está equipado com inúmeras aberturas que podem ser usadas como janelas e como acesso para a luz”, explicou Tesle. 

Os recortes em estrelas e luas, no telhado, permitem a entrada de luz durante o dia e torna o espaço ainda mais mágico. À noite, as crianças, com uma luz dentro, conseguem lançar padrões no teto.

Amplificador de celular de Pushan Panda – São Francisco, EUA

 

Esta buzina amplifica a música tocada no celular. O design é construído a partir de uma série de planos de papelão, que são marcados e abertos para criar um chifre que lembra os amplificadores encontrados em gramofones. 

“Quando o primeiro gramofone foi inventado em 1898, sua buzina amplificou as oscilações mecânicas de um pino que corria ao longo de um disco para produzir sons que podiam ser ouvidos pelos humano. Minha proposta combina essa história com a tecnologia moderna. Com uma única folha da caixa, criei um amplificador que transforma sons de um telefone em música que pode encher uma sala”, disse Panda.

Cavalo de balanço The Rider por André Cardoso – Braga, Portugal

 

Uma outra opção para as crianças é o cavalo de balanço The Rider.

“A ideia principal vem do elemento gráfico central da embalagem: um ícone de TV que remete a uma sela de cavalo. Torna-se assim o ponto de partida para desenhar uma silhueta simples e arquetípica do cavalo, cuidadosamente colocada ao redor da sela”, disse Cardoso.

The Soban de Kiyong Lee e Yejin Kim de beFormative – Seul, Coreia do Sul

 

As mesas Soban são suportes baixos em estilo de bandeja, usadas na Coreia do Sul para jantar e carregar comida. O tampo e as pernas são feitas de uma única folha, dobrada e mantida no lugar por um estabilizador, que dá uma aparência limpa e elegante.

“Ele é projetado para que qualquer pessoa possa construí-lo facilmente, dobrando e montando as estruturas de conexão”, disse beFormative.

Animais ameaçados de Sarah Willemart e Matthieu Muller, do Studio Fantasio – Waterloo, Bélgica

 

O estúdio de design Fantasio, em que Sarah Willemart e Matthieu Muller dirigem juntos, criou uma série de brinquedos de papel para crianças. Com moldes de animais ameaçados de extinção – um urso polar, um rinoceronte negro e uma tartaruga marinha.

“A biodiversidade é um dos tesouros mais preciosos do mundo. Infelizmente, devido às mudanças climáticas e ao aumento da atividade humana, algumas espécies estão à beira da extinção. A família de três companheiros multifuncionais para as crianças tem como objetivo aumentar a conscientização sobre as condições dos animais”,  disseram os designers.

Magnuss por Dan White e James Allerton, do The Cube Concept – Teddington, Reino Unido

 

A mesa multifuncional é uma unidade de armazenamento que dá ao usuário espaço para livros, revistas e controles remotos. Montado a partir de uma série de partes de papelão, ele gera um rosto de monstro.

“Este briefing da competição pareceu a oportunidade perfeita para criar um personagem que cruzou os limites entre função e jogo. Ele traz um sorriso para aqueles que interagem com ele, enquanto dá ao usuário um motivo genuíno para reutilizar a embalagem para criar um design intencional e atencioso”, afirmaram Dan White e James Allerton, do estúdio chamado The Cube Concept.

Tessellate de Abigail Whitelow – Londres, Reino Unido

 

Este é um sistema modular de exibição composto por uma série de módulos triangulares, dispostos de várias maneiras – seja para mostrar os objetos que contém, seja para escondê-los – você consegue usar como uma mesa, aparador ou estante.

“É perfeito para casas de todas as formas e tamanhos, e pode ser facilmente adaptado dando infinitas possibilidades para uma caixa de papelão que normalmente seria descartada”, disse Whitelow.

Série de cartão postal por Koji Yamaura – Mountainview, EUA

 

A série de objetos permite que o usuário “plante” fotografias ou cartões postais e os exiba em sua casa. Existem três versões diferentes: uma projetada para ser montada na parede, outra no chão e outra para tampos de mesa. Cada uma é composta por tiras dispostas a originar pequenos espaços para a inserção dos itens.

“Passando mais tempo em casa devido à Covid-19, tive esta ideia enquanto olhava para a minha coleção de postais de museus de arte e exposições. Gostaria de saber se havia uma maneira de desfrutar e exibir lindamente meus cartões postais favoritos e fotos memoráveis”, explica Yamaura.

*Via Dezeen

©